364 VOTOS A 130: Câmara decide manter prisão de deputado Daniel Silveira

Ele foi preso em flagrante após divulgar um vídeo onde fez ofensas e ameaças aos ministros do STF

A Câmara dos Deputados decidiu, na sexta-feira (19), manter a prisão do deputado Daniel Silveira (PSL-RJ), determinada pelo Supremo Tribunal Federal (STF). As informações são do G1.
No total, foram 364 votos a favor, 130 contra e 3 abstenções. Para ser mantida a prisão, era necessário o voto, no mínimo, da maioria absoluta da Câmara, ou seja, 257 votos.
O deputado foi preso em flagrante na última terça-feira (16) após divulgar um vídeo onde fez ofensas e ameaças aos ministros do STF e fez apologia ao AI-5, utilizado durante a ditadura militar.
Durante a sessão, a líder do PSOL, deputada Fernanda Melchionna defendeu a prisão do deputado e disse que foram cometidos “vários ataques às liberdades democráticas” por Daniel Silveira. Já o deputado Bibo Nunes (PSL-RS) discursou a favor da soltura do colega e disse que a prisão é “despótica e autoritária”.