Lula deve encontrar papa e Macron, mas não prevê reunião com Milei no G7

O encontro à margem da reunião de líderes foi pedido pelo brasileiro e aceito pelo papa

O presidente Lula (PT) deve realizar uma reunião bilateral com o papa Francisco durante a cúpula do G7 na Itália, que ocorre entre 13 e 15 de junho.

De acordo com o Itamaraty, o encontro à margem da reunião de líderes foi pedido pelo brasileiro e aceito pelo papa. Além do pontífice, Lula tem reuniões bilaterais previstas na cúpula com o primeiro-ministro da Índia, Narendra Modi, com o presidente da França, Emmanuel Macron, e com a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen.

Lula deve participar como convidado da cúpula do G7. Outro líder que foi convidado é o presidente da Argentina, Javier Milei. Segundo o Itamaraty, não há previsão de encontro bilateral com o argentino.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Embora sejam os líderes das duas maiores economias da América do Sul, Lula e Milei são adversários políticos e ainda não se reuniram desde a vitória do ultraliberal.

Como convidado, Lula participará de uma sessão específica da cúpula do G7. Há ainda debates que ocorrem apenas entre os integrantes do grupo das sete economias industrializadas.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here
Captcha verification failed!
CAPTCHA user score failed. Please contact us!