PF deflagra 39ª fase da Lava Jato e executa mandados no Rio

Operação Paralelo teria como alvo o mercado financeiro

A polícia Federal deflagrou na manhã desta terça-feira (28) a 39ª fase da Lava Jato, batizada de Operação Paralelo. Autorizada pela 13ª Vara Federal de Curitiba, do juiz Sérgio Moro, a etapa inclui um mandado de prisão preventiva sendo executado no Rio de Janeiro e cinco de busca e apreensão. A ação teria como alvo irregularidades cometidas no mercado financeiro.

A 38ª fase da Lava Jato havia sido deflagrada em 23 de fevereiro, com o nome de Blackout, para investigar o pagamento de US$ 40 milhões em propinas pelos operadores financeiros Jorge e Bruno Luz, pai e filho presos em Miami pela Interpol.

Os subornos teriam beneficiado sobretudo peemedebistas, incluindo senadores. Até aqui, a Lava Jato já executou mais de 180 mandados de prisão preventiva ou temporária, 205 de condução coercitiva e cerca de 750 de busca e apreensão.

Segundo dados da PF, mais de R$ 745 milhões em bens já foram repatriados.

Fonte: Terra