Senado aprova convite para Araújo e Queiroga falarem sobre pandemia

Data ainda será definida

A cúpula menor, voltada para baixo, abriga o Plenário do Senado Federal.

O Senado aprovou ontem (16) convite ao ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, e ao indicado para dirigir o Ministério da Saúde, Marcelo Queiroga, para prestar informações referentes ao combate ao covid-19 no Brasil. Os senadores querem que Araújo preste informações sobre a atuação do ministério nos esforços para obtenção de vacinas contra a covid-19. Não foi fixada uma data para ida de Araújo e de Queiroga ao Senado.

Em relação a Queiroga, os senadores desejam sua participação em uma sessão de debates temáticos sobre o enfrentamento à pandemia. Os parlamentares querem ouvir dele a respeito da aquisição de vacinas e disponibilização de leitos e oxigênio.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
Banner ALE 970x250

Queiroga foi anunciado como novo ministro da Saúde ontem (15), substituindo Eduardo Pazuello no cargo, mas ainda não tomou posse e a mudança na pasta ainda não foi publicada no Diário Oficial da União.

Queiroga é médico, com área de atuação em hemodinâmica e cardiologia intervencionista. Ele também é presidente da Sociedade Brasileira de Cardiologia.