Com estoque de sangue em nível quase crítico, Fhemeron pede que população faça doação em RO

Sangue do tipo O+ é o que está com o menor estoque. Atendimentos são realizados no meio da semana das 7h15 às 18h e aos sábados das 7h15 às 12h.

A Fundação de Hematologia e Hemoterapia de Rondônia (Fhemeron) está convocando moradores a realizarem doação de sangue pois os estoques, principalmente do tipo O+, estão em níveis quase críticos.

De acordo com a gerência de captação do órgão, houve um crescimento na procura por alguns tipos sanguíneos e as doações diminuíram nos últimos tempos. Por isso, doadores estão sendo chamados para que busquem os centro de captação e ajudem a salvar vidas.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Conforme a fundação, os estoques de sangue O+ estão com menos de 50% do ideal e podem vir a baixar mais dependendo das requisições, feitas principalmente para pacientes em tratamento da Covid-19 e internados no Hospital de Amor da Amazônia.

Maria Luiza Pereira, gerente de captação, afirma que os hemocentros estão preparados com profissionais e equipamentos adequados para fazer a captação, e ressalta que um doador pode salvar até quatro vidas.

A Fhemeron funciona de segunda a sexta-feira, das 7h15 às 18h, e no sábado, das 7h15 às 12h. Neste sábado (22), os atendimentos serão realizados na Igreja da Restauração, localizada na Rua Elias Gorayeb.

Quem pode doar

 

Podem doar sangue pessoas com idades entre 16 e 69 anos e que estejam pesando mais de 50 kg. O doador precisa apresentar documento oficial com foto. Os menores de 18 anos só podem doar com autorização formal dos pais ou responsáveis legais.

Aqueles que tiveram Covid-19 estão liberados para doar sangue 30 dias após a cura. Os que foram vacinados contra o coronavírus podem doar sete dias depois da imunização.