Fhemeron pede doação de sangue para promover saúde durante o período de carnaval em Rondônia

Tipagem sanguínea de rh negativo é o que possui menos bolsas e Fhemeron convoca novos doadores

Carnaval com diversão e solidariedade. Esse é mensagem do Governo de Rondônia, por meio da Fundação de Hematologia e Hemoterapia (Fhemeron), para incentivar a população a doar sangue neste período festivo com o objetivo de abastecer os bancos de sangue dos hemocentros regionais do Estado

“O carnaval é uma época também que nos preocupa, pois é um período que as pessoas não costumam ir ao hemocentro para doar sangue, mas durante essas festiviades, a gente sabe que acontecem mais acidentes de trânsito, ocasionando o uso das bolsas de sangue. Por isso convocamos toda a população para fazer a doação e ajudar a salvar vidas”, detalhou o diretor de interiorização da Fhemeron, Luiz Garcia.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
Banner ALE Sobrevivente - 970

Para impulsionar a campanha durante o carnaval, todos os hemocentros atenderão normalmente nos próximos dias 28 de fevereiro e 2 de março, segunda e quarta, respectivamente. Apenas no dia 1° de março (terça-feira), que não haverá expediente.

Segundo Luiz Garcia, os hemocentros se encontram em escassez de bolsas com tipagens sanguíneas negativas. “As bolsas sanguíneas com fatores Rhd negativos é uma situação complicada, pois as pessoas que possuem essa tipagem sanguínea são em menor número do que as que possuem RhD positivo. Precisamos de todos os tipos para atender as solicitações, mas a nossa maior dificuldade atualmente é com o RhD negativo”, explicou o diretor de interiorização.

O QUE É NECESSÁRIO PARA SER UM DOADOR

Estar em boas condições de saúde;

ter entre 18 e 69 anos de idade;

adolescente de 16 e 17 anos poderá doar acompanhado dos pais ou responsáveis legais;

ter peso acima de 50 kg;

estar alimentado, evitando alimentação gordurosa (aguardar três horas após o almoço);

Ter dormido pelo menos seis horas nas últimas 24 horas;

o homem pode doar até quatro vezes ao ano, em intervalos de 60 dias (dois meses);

a mulher pode doar até três vezes ao ano, em intervalos de 90 dias (três meses).

IMPEDIMENTOS TEMPORÁRIOS

Estar gripado ou com febre;

grávida ou amamentando;

em tratamento médico;

ter ingerido bebida alcoólica no dia da doação (12 horas);

tatuagem feita há menos de um ano;

tratamento de acupuntura nos últimos 12 meses;

endoscopia digestiva nos últimos seis meses;

ter recebido transfusão de sangue e seus derivados há menos de 1 (um) ano;

pessoas que contraíram covid-19, é possível doar após 30 dias da cura;

malária nos últimos 12 meses.

IMPEDIMENTOS DEFINITIVOS

Ter tido Doença de Chagas;

hepatite após os 11 anos de idade;

exposição à situação ou comportamento que leve a risco, acrescido para infecções sexualmente transmissíveis.

UNIDADES DA FHEMERON

Fhemeron de Porto Velho – Av. Jorge Teixeira, nº 3766, Bairro Industrial – Telefone: (69) 3216-2234

Unidade de Coleta e Transfusão de Ariquemes – Rua: Cassiterita, nº 3613 – Centro – Telefone: (69) 3535-2659

Unidade de Coleta e Transfusão de Cacoal – Av. Malaquita, s/nº – Bairro Josino Brito – Ao lado do Hospital Regional – Telefone: (69) 3441-0823

Unidade de Coleta e Transfusão de Guajará-Mirim – Av. XV de Novembro,  nº 1299 – Centro – Telefone: (69) 3541-6073

Unidade de Coleta e Transfusão de Ji-Paraná – Rua: Vilagran Cabrita, nº 1440 – Centro – Telefone: (69) 3421-1615

Unidade de Coleta e Transfusão de Rolim de Moura – Av. Cuiabá Nº 5424, Bairro Planalto ao lado do Hospital Municipal – Telefone (69) 3442-1328

Hemocentro Regional de Vilhena – Av. Jô Sato, nº 405 – Bairro Nova Vilhena – Telefone: (69) 3322-2400.