Peças do acervo histórico da EFMM são recolhidas pela Prefeitura da capital

Esse acervo histórico estava abandonado na beira do Rio Madeira

Durante a manhã desta quarta-feira (4) uma equipe da Prefeitura de Porto Velho (RO), recolheu as dezenas de peças históricas pertencentes ao sítio histórico da Estrada de Ferro Madeira Mamoré – EFMM, que estavam ao relento, se deteriorando pela ação do tempo e vandalismo praticados por marginais que vivem na região.

Esse acervo histórico estava abandonado na beira do Rio Madeira, perto dos galpões da antiga estação ferroviária, na região central da capital

A denúncia inicial foi realizada pelo repórter William Ferreira “Homem do Tempo”, que divulgou as imagens de peças de imenso valor histórico amontoadas como se fossem objetos sem a menor importância.

Nesta última terça-feira (3), o vereador Alekis Palitot (PP) foi até o local onde está sendo realizada a obra de revitalização da Praça da EFMM. Lá, ele constatou em vídeo o abandono dessas peças que, de acordo com o historiador, deveriam estar expostas em um museu.

Os diretores da Associação dos Ferroviários de Rondônia já acionaram o Ministério Público Federal – MPF, e exigiram esclarecimentos da prefeitura sobre como estão sendo tratadas as peças do acervo histórico da EFMM, que é tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional – IPHAN.