Peças do acervo histórico da EFMM são recolhidas pela Prefeitura da capital

Esse acervo histórico estava abandonado na beira do Rio Madeira

Durante a manhã desta quarta-feira (4) uma equipe da Prefeitura de Porto Velho (RO), recolheu as dezenas de peças históricas pertencentes ao sítio histórico da Estrada de Ferro Madeira Mamoré – EFMM, que estavam ao relento, se deteriorando pela ação do tempo e vandalismo praticados por marginais que vivem na região.

Esse acervo histórico estava abandonado na beira do Rio Madeira, perto dos galpões da antiga estação ferroviária, na região central da capital

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
COVID 970x250

A denúncia inicial foi realizada pelo repórter William Ferreira “Homem do Tempo”, que divulgou as imagens de peças de imenso valor histórico amontoadas como se fossem objetos sem a menor importância.

Nesta última terça-feira (3), o vereador Alekis Palitot (PP) foi até o local onde está sendo realizada a obra de revitalização da Praça da EFMM. Lá, ele constatou em vídeo o abandono dessas peças que, de acordo com o historiador, deveriam estar expostas em um museu.

Os diretores da Associação dos Ferroviários de Rondônia já acionaram o Ministério Público Federal – MPF, e exigiram esclarecimentos da prefeitura sobre como estão sendo tratadas as peças do acervo histórico da EFMM, que é tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional – IPHAN.