Polícia Civil prende irmãos acusados de roubo e agressão a vigilante

Os criminosos roubaram o revólver e o colete do vigilante, além dos aparelhos celulares

 A Polícia Civil do estado de Rondônia, por intermédio da Delegacia Especializada na Repressão à Extorsão, Roubos e Furtos – Patrimônio, esclareceu o roubo ocorrido na Escola Municipal Ely Bezerra de Salles (30/11/2020) e prendeu os dois autores do crime.

O CRIME
Dois assaltantes invadiram na manhã do dia (30/11) a Escola Municipal Ely Bezerra de Salles, localizada a Rua Mangabeira, bairro Parque Amazônia, na zona Leste de Porto Velho (RO). Os bandidos armados renderam e agrediram violentamente o vigilante. Em seguida, os criminosos roubaram o revólver e o colete do vigilante, além dos aparelhos celulares dos funcionários da escola, fugindo em sequência. Equipes da Polícia Militar foram acionadas, realizaram diligências, mas não encontraram os assaltantes.

AS INVESTIGAÇÕES – O Delegado Titular da Patrimônio, MARCELO RESEM, presidiu e esclareceu totalmente as investigações. Os envolvidos no crime são os irmãos J.H.V.S. (20 anos) e J.A.V.S. (21 anos). Os mesmos arquitetaram e executaram o roubo. O irmão caçula (J.H.V.S.) possui antecedentes criminais por roubo, porte ilegal de arma de fogo e receptação.

O Delegado Marcelo Resem solicitou a prisão preventiva dos acusados e a Justiça deferiu o pedido. Os investigadores da Patrimônio deram o cumprimento aos mandados de prisão, na manhã desta segunda-feira (25), na Zona Leste de Porto Velho-RO.

.H.V.S. (20 anos) e J.A.V.S. (21 anos) foram encaminhados ao Sistema Prisional onde permanecerão a disposição da Justiça.

A taxa de eficiência da Delegacia de Patrimônio chega a 93,75% de resolução de inquéritos com autoria, “um dos índices mais altos do país!”. “Fruto do empenho de toda a equipe, que mesmo em pandemia não mede esforços para cumprir com seu dever”, ressaltou o Delegado Resem.