Rondônia abre mais 10 leitos de UTI para pacientes com Influenza; estado já estava com 95% de lotação

Leitos foram inaugurados nesta quinta-feira (13) no hospital de campanha Regina Pacis, em Porto Velho.

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) abriu nesta quinta-feira (13) mais dez leitos de UTI para atender pacientes de Influenza que estão em estado grave. Os novos leitos foram abertos no hospital de Campanha Regina Pacis, em Porto Velho.

À Rede Amazônica, o secretário Fernando Máximo falou sobre o motivo que levou Rondônia a ampliar o número de leitos para atender pessoas com gripe.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
Banner ALE Dose Dupla - 970
“A taxa de ocupação de pacientes com Influenza estava com 95% de ocupação [em Rondônia], agora com a inauguração desses dez novos leitos a taxa baixa para 64% de ocupação”, disse.
Ainda segundo Máximo, o estado vai continuar ampliando o número de leitos tanto para Influenza quanto para Covid.
“Quanto aos leitos de UTI Covid, hoje nós temos 47% de taxa de ocupação em Rondônia. O governo está ampliando leitos, tanto no hospital de campanha Regina Pacis quanto em outras unidades”, afirmou.

Para atender a demanda com a ampliação de leito hospitalar no estado, Fernando Máximo afirmou que a Sesau vai abrir processos seletivos com até 1.299 vagas para profissionais da saúde.

16 mortes por Influenza

Nesta semana, a Sesau divulgou que o total de vítimas por Influenza em Rondônia chegou a 16. A maioria das vítimas são do sexo masculino, sendo que um deles é uma criança de 2 anos cardiopata. O menino passou mais de 10 dias internado em Porto Velho, antes de falecer.

A morte mais recente de influenza no estado foi registrada na segunda-feira (10). A vítima é uma mulher de 42 anos, que ficou internada por sete dias.

No início da semana, ao menos 20 pessoas estavam internadas em UTI do estado com influenza.