Trio é condenado a mais de 40 anos por morte de caminhoneiro em Vilhena, RO

Condenados são um casal de empresário e um policial penal. Emerson Mattes foi morto em janeiro de 2020.

Um casal de empresários e um policial penal foram julgados e condenados na terça-feira (21), em Vilhena (RO), pela morte do caminhoneiro Emerson Mattes, de 44 anos, em janeiro de 2020.

Na época do crime, testemunhas contaram à Polícia Militar (PM) que o caminhoneiro estava no posto, quando um carro preto se aproximou da vítima. Usando uma camiseta enrolada na cabeça, o passageiro desceu do veículo e efetuou diversos disparos contra Emerson.

Quando a vítima já estava caída, o suspeito se aproximou e atirou mais uma vez em Emerson. A polícia diz que o motorista foi atingido por três tiros, sendo um deles na nuca.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Posteriormente, os suspeitos foram identificados como o um casal de empresários e um policial penal. Na sentença dada pela Juíza, o crime foi qualificado por motivo torpe e ação que impossibilitou a defesa da vítima.

O homem foi condenado a 20 anos de reclusão, a mulher foi condenada a 16 anos e o policial penal foi condenado a 17 anos, todos por homicídio qualificado e devem responder em regime fechado.