Ed Sheeran critica processos “infundados” de plágio após vitória em caso “Shape Of You”

“É realmente prejudicial para a indústria de composição”, afirmou

O cantor britânico Ed Sheeran disse que reivindicações infundadas de direitos autorais estão prejudicando a indústria da música, depois que ele ganhou um caso na Suprema Corte de Londres, nesta quarta-feira, sobre um refrão de seu hit de 2017 “Shape Of You”.

Sheeran estava envolvido em uma batalha judicial com o artista de grime Sami Chokri, que atua como Sami Switch, e o produtor musical Ross O’Donoghue, que argumentaram que um trecho de “Shape of You” havia sido copiado de sua música de 2015 “Oh Why”.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
Banner ALE Sobrevivente - 970

“Embora estejamos obviamente felizes com o resultado, sinto que reivindicações como essa são muito comuns agora e se tornaram uma cultura em que uma reivindicação é feita com a ideia de que um acordo será mais barato do que levá-los ao tribunal, mesmo que não haja fundamento para a alegação”, disse Sheeran em um vídeo postado no Twitter.

“É realmente prejudicial para a indústria de composição”, afirmou.

“Shape Of You” se tornou a música digital mais vendida em todo o mundo em 2017 e teve mais de 5,6 bilhões de visualizações no YouTube.

O juiz Antony Zacaroli concluiu que não havia provas de que Sheeran tivesse pensado em escrever o hit antes de outubro de 2016.

Ele disse que analisou os elementos musicais e concluiu que havia “evidências convincentes de que ‘OW (Oh Why) Hook’ e ‘OI (Oh I) Phrase’ se originaram de outras fontes e não de ‘Oh Why’”.

“Estou convencido de que Sheeran não copiou subconscientemente ‘Oh Why’ ao criar ‘Shape’”, afirmou o juiz.

Logo após o veredicto, Chokri postou um vídeo no Instagram de duas pessoas nadando no mar com a legenda: “Através do desespero, encontrei uma estrada instantânea para a gratidão.”

“Sou rico, de amor, amigos e família. Este é o começo, não o fim.”