Justin Bieber nega acusações de estupro

Ele explicou que normalmente não se pronuncia sobre polêmicas, mas depois de conversar som sua esposa, Hailey Baldwin, e sua equipe, decidiu falar

No último domingo (21), Justin Bieber utilizou do Twitter para negar acusações feita por uma mulher, chamada pelo pseudônimo Danielle, que afirmou que foi estuprada pelo cantor em 9 de março de 2014, enquanto ele ainda estava em Houston com a antiga namorada, Selena Gomez.

“Rumores são rumores, mas abuso sexual é algo que levo a sério. Eu queria falar imediatamente, mas por respeito a tantas vítimas que lidam com essas questões diariamente, eu queria ter certeza de reunir os fatos antes de fazer qualquer declaração”, destacou Bieber.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
COVID 970x250

Ele explicou que normalmente não se pronuncia sobre polêmicas, mas depois de conversar som sua esposa, Hailey Baldwin, e sua equipe, decidiu falar. “Nas últimas 24 horas apareceu um novo Twitter que contava uma história minha envolvendo abuso sexual em 9 de março de 2014 em Austin, Texas, no hotel Four Seasons. Eu quero ser claro. Não há verdade nesta história. De fato, como mostrarei em breve, nunca estive presente naquele local”, afirmou o artista.

Com vários tuítes seguidos, Justin Bieber desmentiu a acusação de Danielle de que ele a teria convidado para ir ao Hotel Four Seasons, onde supostamente estaria hospedado naquela noite.

“Como a história dela conta, surpreendi uma multidão em Austin no Sxsw, onde apareci no palco com o meu assistente na época e cantei algumas músicas. O que essa pessoa não sabia era que eu participei daquele show com minha então namorada Selena Gomez”, ressaltou Bieber.

Ademais, postou links para artigos de notícias, fotos de redes sociais e também capturas de tela de e-mails e recibos de hospedagem, referente aos dias em que esteve na cidade. Entretanto, ele ainda não se manifestou sobre as acusações de estupro de uma segunda mulher, chamada Kadi.

“Todas as alegações de abuso sexual devem ser levadas muito a sério e é por isso que minha resposta foi necessária. No entanto, essa história é factualmente impossível e é por isso que vou trabalhar com o Twitter e as autoridades para tomar medidas legais”, escreveu Bieber.