Ainda sem estrear, Agüero se lesiona e será desfalque no Barcelona até outubro

Após se lesionar em um treino realizado no último domingo, foi constatado um problema relacionado ao tendão da panturrilha direita do jogador

O Barcelona sofreu mais uma baixa importante nesta segunda-feira. Um dia após dar adeus a Lionel Messi, que não renovará o seu contrato, o clube espanhol não terá outro astro argentino pelas próximas 10 semanas, até meados de outubro: Sergio Agüero. Após se lesionar em um treino realizado no último domingo, foi constatado um problema relacionado ao tendão da panturrilha direita do jogador.

 

O centroavante de 33 anos, que estava no Manchester City e foi contratado para esta temporada, não pôde comparecer à despedida de Lionel Messi e não esteve com o grupo no amistoso contra a Juventus, em que a equipe da região da Catalunha venceu por 3 a 0. Agüero está andando de muletas e não pode apoiar a perna machucada no chão.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
Banner ALE Poder 3 - 970

O técnico holandês Ronald Koeman descreveu a lesão de Agüero como um “revés”. “É uma pena que ele se machucou e não pôde jogar 30 minutos”, disse. “É um revés porque estava treinando e pode trazer muito para a equipe com a sua qualidade no ataque”.

O Barcelona, que fará a estreia no Campeonato Espanhol no próximo domingo contra a Real Sociedad, no estádio Camp Nou, em Barcelona, ainda não terá os atacantes Ansu Fati e o francês Ousmane Dembele e a lesão de Agüero pode fazer o clube repensar o seu plano no mercado de transferências.

O dinamarquês Martin Braithwaite, que jogou contra a Juventus, que poderia deixar o Barcelona após não ter os minutos em campo que queria na última temporada, agora deve permanecer. E o clube ainda tem o francês Antoine Griezmann, que tinha negociações com o Atlético de Madrid, seu antigo clube.

Memphis Depay, contratado nesta janela, brilhou na pré-temporada e recebeu uma recepção calorosa dos torcedores do Barcelona durante a apresentação da equipe. O holandês marcou o primeiro gol de seu time contra a Juventus e ajudou Braithwaite no segundo.

“Contratamos jogadores como o Memphis, que são muito eficazes”, disse Koeman. “Claro, é sempre importante ter o melhor, mas se não puder, não mudaremos nossas ideias ou nossa forma de jogar. Existem outros jogadores que podem ocupar essa posição. Vimos um bom Griezmann. Precisamos intensificar e melhorar porque não teremos mais os gols de Messi”.