Antes patinho feio, Corinthians escala tabela com reforços e busca G-4 no Recife

A equipe quer dar sequência a boa fase com uma vitória sobre o Sport, adversário deste sábado, às 16h30, na Arena Pernambuco, em duelo da 25ª rodada

O patinho feio virou cisne. Apontado como candidato a rebaixamento no início do Brasileirão, o Corinthians se reforçou com nomes de peso e viu sua realidade mudar drasticamente. Invicto há dez jogos, o time de Sylvinho ganhou corpo com Giuliano, Renato Augusto, Willian e Roger Guedes, escalou a tabela e já briga para ficar entre os quatro melhores do campeonato. A equipe quer dar sequência a boa fase com uma vitória sobre o Sport, adversário deste sábado, às 16h30, na Arena Pernambuco, em duelo da 25ª rodada.

Com o quarteto de reforços, Sylvinho ajustou o Corinthians e transformou o time em um dos melhores do Brasileirão. A defesa é a segunda melhor do torneio, o meio de campo é mais criativo e o ataque passou a ser produtivo com os gols de Roger Guedes, eleito o melhor jogador do mês de setembro do torneio nacional.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
Banner ALE Poder 3 - 970

A equipe que chegou a estar próxima da zona de rebaixamento e lutava por posições intermediárias hoje está perto de entrar no G-4. Desde que os reforços estrearam, o Corinthians somou 20 pontos dos 30 disputados. São cinco vitórias e cinco empates nos últimos dez jogos.

A equipe ficou 13 rodadas fora do top 10. Foi seis vezes 11ª e em cinco oportunidades ocupou o 12º posto. Depois, começou a engrenar e manteve-se no sexto lugar por sete rodadas, até passar o Bragantino com o triunfo sobre o Bahia na última terça e subir ao quinto posto, com 37 pontos. São dois a menos que o Fortaleza, que fecha o G-4, e 13 a menos que o líder Atlético-MG. O objetivo, hoje, é integrar o grupo dos quatro melhores. O título parece distante, mas não é impossível para um time tão afinado como o Corinthians de Sylvinho.

“O time está jogando bem. É um momento bom. Todos são muito importantes. É a força do grupo. Mas temos muito o que fazer ainda. É um processo de construção. O ambiente é ótimo e estou feliz por esse momento”, resumiu o treinador. Para ele, há três pilares no elenco fundamentais para esse processo de reconstrução corintiana: os atletas experientes, campeões de tudo, casos de Cássio, Fagner e Fábio Santos, o quarteto de reforços e os jovens oriundos da base, como Gabriel Pereira. O garoto rápido e habilidoso tem sido titular e encantou o treinador.

A última vez que o Corinthians fez parte do G-4 do Brasileirão foi há quase dois anos, em 16 de outubro de 2019. A ideia é vencer o Sport para voltar a estar na zona mais nobre da tabela do campeonato. É possível até ultrapassar o arquirrival Palmeiras, terceiro colocado, com 39 pontos, portanto com dois a mais, dependendo dos resultados da rodada.

Para continuar sua escalada em Pernambuco, o Corinthians não terá Willian, preservado em virtude de um desconforto na coxa esquerda. Contra o Bahia, o meia-atacante já havia jogado apenas um tempo. Jô deve ser o titular e formar dupla de ataque com Roger Guedes.

SPORT JOGA PARA CONSOLODAR REAÇÃO – O Sport tem meta oposta a do adversário deste sábado. O time pernambucano tem chances de deixar a zona de rebaixamento nesta rodada. Não há melhor momento para isso, já que quebrou jejum de três meses como mandante e emplacou duas vitórias seguidas, contra Grêmio e Juventude, resultados que o levou aos 23 pontos, mas não o tirou da penúltima colocação.

O técnico Gustavo Florentín tentará fazer com que a equipe consolide a reação sem dois de seus principais jogadores, o meia Hernanes e o atacante Everaldo, suspensos pelo terceiro amarelo. Thiago Lopes rompeu o tendão de Aquiles do tornozelo esquerdo e não joga mais em 2021.

Apesar de estar na vice-lanterna, com apenas 23 pontos, o Sport vive seu melhor momento na competição. O técnico Gustavo Florentín enalteceu a mudança do ambiente após os dois resultados positivos.

“Nada substitui uma vitória, ainda mais pela maneira que estávamos nas partidas anteriores, sem somar (pontos). E isso traz um ambiente diferente, de alegria e, bem, hoje desfrutamos. Mas temos pouco tempo para poder desfrutar, já temos que pensar no Corinthians. Nosso compromisso está em poder somar partida a partida”, disse Florentín.