Campeão da Sul-Americana, Athletico-PR abre Libertadores contra ‘freguês’ Caracas

Às 19h15, o clube brasileiro estará em Caracas, na Venezuela, onde encara o Caracas, no Estádio Olímpico da UCV.

A Copa Libertadores da América começa nesta terça-feira e o Athletico-PR é um dos estreantes. Às 19h15, o clube brasileiro estará em Caracas, na Venezuela, onde encara o Caracas, no Estádio Olímpico da UCV. Ausente na edição 2021, o Athletico retorna após ser campeão da Copa Sul-Americana e reencontra o rival das oitavas de final da Sul-Americana de 2018. Naquele ano, os paranaenses venceram os dois jogos e caminharam rumo ao título.

O Athletico está no Grupo B que, além do time venezuelano, ainda conta com The Strongest, da Bolívia, e Libertad, do Paraguai. Os adversários se enfrentam na quinta-feira, às 23h, na Bolívia. Ao fim de seis rodadas, os dois melhores do grupo avançam às oitavas de final e o terceiro colocado vai para o mata-mata da Sul-Americana.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
Banner ALE Sobrevivente - 970

Para o confronto, o técnico Alberto Valentim tem alguns desfalques. O experiente zagueiro Thiago Heleno, por exemplo, está fora, pois passará por cirurgia no ombro direito. Nico Hernández seria uma opção provável, mas foi vetado por dores no joelho. Assim, Zé Ivaldo e Lucas Halter disputam a vaga.

Outra dúvida é na lateral-direita, mas por questão técnica. Khellven e Orejuela foram testados e disputam a titularidade. Bento assume a vaga no gol deixada por Santos, negociado com o Flamengo.

O time venezuelano começou mal a temporada. Vice-campeão no ano passado, o Caracas já fez seis jogos e conquistou apenas uma vitória, além de quatro empates e uma derrota.

O time sentiu a saída do técnico Noel Sanvicente, que deu lugar a Francesco Stifano, além dos jogadores Richard Celis e Leo Flores. A confiança do time está depositada principalmente em Samson Akinyoola, artilheiro do Campeonato Venezuelano em 2021, com 18 gols em 34 partidas.