Corinthians paga dívida com Dínamo de Kiev pelo empréstimo de Sidcley e evita sanção na Fifa

Timão acertou o pagamento de 500 mil euros pela utilização do lateral-esquerdo em 2020

O Corinthians quitou nesta semana uma dívida com o Dínamo de Kiev, referente ao valor do empréstimo do lateral-esquerdo Sidcley na temporada passada.

O clube ucraniano chegou a acionar a Fifa em 2020. Em setembro, o Timão afirmou à reportagem que já existiam “entendimentos avançados para um acordo” com o clube, o que evitaria qualquer sanção.

A informação, revelada pelo site “Meu Timão”, foi confirmada pelo Corinthians ao ge.

Acordada no início de 2020, a cessão de Sidcley ao Corinthians foi fechada por 500 mil euros (R$ 3,2 milhões na cotação atual). Os clubes combinaram o pagamento em quatro parcelas. Por conta da pandemia do novo coronavírus, o Timão não conseguiu honrar o acordo no ano passado.

Derrotas em processos na Fifa podem gerar punições severas da entidade, como proibição de registro de novos jogadores até perdas de pontos e rebaixamento.

Neste início de ano, a gestão Duilio Monteiro Alves também encerrou dívida com o Montevideo Wanderers, do Uruguai, pela compra de Bruno Méndez. O valor foi de cerca de R$ 7,8 milhões.