Crespo usa time misto do São Paulo para confronto com o Santo André, no Morumbi

O São Paulo volta a campo, nesta sexta-feira, para enfrentar o Santo André, às 20 horas, no Morumbi, em duelo válido pela sexta rodada do Campeonato Paulista

Setenta e duas horas após conseguir uma bela estreia na Copa Libertadores, no Peru, quando venceu o Sporting Cristal, por 3 a 0, o São Paulo volta a campo, nesta sexta-feira, para enfrentar o Santo André, às 20 horas, no Morumbi, em duelo válido pela sexta rodada do Campeonato Paulista.

Com uma vantagem confortável na classificação do Grupo B, no qual lidera com 19 pontos, contra 10 da Ferroviária, sete da Ponte Preta e cinco do São Bento, o técnico Hernán Crespo deverá escalar um time misto, buscando poupar alguns jogadores, afinal a equipe tem jogo marcado para domingo, em Itu, às 22h15, diante do Ituano, além do segundo compromisso pela Libertadores, dia 19, no Morumbi, frente ao uruguaio Atlético Rentistas.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
Banner ALE 970x250

Com esta maratona de jogos pela frente, Crespo deverá aproveitar os dois próximos jogos do Paulista para dar ritmo a outros atletas como é o caso do veterano zagueiro Miranda, que poderá surgir no lugar de Arboleda. O meia argentino Benítez, um dos melhores no triunfo no Peru e autor de um dos gols, é outro que pode ganhar folga, após desempenho intenso. Igor Gomes é a melhor opção para a vaga.

Rodrigo Nestor e Luan vão completar o setor de meio-campo, enquanto Joao Rojas e Eder vão ser os destacados para formar a dupla de ataque. O setor ofensivo do São Paulo é o mais efetivo do Paulistão, com 20 gols marcados, após oito jogos disputados.

SANTO ANDRÉ – O Santo André vive um jejum de quatro jogos sem vitória no Paulistão, além de vir de derrota para o Novorizontino, por 2 a 0, na última rodada. Neste jogo, um dos maiores problemas do time do ABC foi a falta de pontaria, pois o time só acertou seis das 23 finalizações no gol adversário.

O time do técnico Paulo Roberto Santos, que segue afastado se recuperando de covid-19, triunfou pela última vez antes da paralisação, em 4 de março, quando superou a Ponte Preta, por 1 a 0, em Campinas. De lá para cá foram dois empates e duas derrotas, sendo a última para o Novorizontino (2 a 0).

Para o decisivo duelo, o auxiliar Alan Dotti terá a volta do zagueiro Willian Goiano, que cumpriu suspensão na rodada passada. Ele pegará o lugar de Pedro Vitor. O Santo André não tem nenhum jogador suspenso e todos os testes de covid-19 deram negativo. Giovanni Palmieri (artroscopia no joelho), Léo Costa (clavícula) e Fernandinho (lesão muscular) seguem no departamento médico.

Se o São Paulo tem a melhor campanha em aproveitamento (79,2%), o Santo André registra a quinta pior (33,3%). Na terceira colocação do Grupo A, o clube soma os mesmos seis pontos da vice-líder Inter de Limeira, que tem um jogo a mais e está acima por causa do número de vitórias (2 a 1).