Ferrari do penta de Michael Schumacher é arrematada em leilão por R$ 27,8 milhões

Carro usado pelo alemão na temporada de 2002 foi a leilão no último sábado (30) em Abu Dhabi e rendeu o segundo maior lance da história por um carro de Fórmula 1

A Ferrari usada por Michael Schumacher na conquista do quinto título mundial de Fórmula 1, em 2002, tem novo dono. O veículo foi arrematado em um leilão no último sábado (30) por US$ 6,6 milhões (R$ 27,8 milhões, na conversão atual) em Abu Dhabi, local em que aconteceu a última etapa do campeonato mundial de 2019.

Com isso, o modelo F2002 se tornou o segundo veículo mais caro de Fórmula 1 a ser arrematado em um leilão, atrás apenas do F2001, usado por Schumacher na conquista do tetracampeonato mundial, que recebeu uma oferta de US$ 7,5 milhões (R$ 31,46 milhões na cotação atual) em 2017.

Schumacher comemora o penta no pódio em Magny-Cours — Foto: Getty Images
Schumacher comemora o penta no pódio em Magny-Cours — Foto: Getty Images

Parte da verba arrecadada com a venda do carro foi revertida para a Keep Fighting Foundation, fundação de caridade mantida pela família do piloto. Hoje, Michael Schumacher tem 50 anos de idade e vive numa mansão na Suíça.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Desde que sofreu um grave acidente esquiando, em 2013, o piloto não é visto e a família não dá acesso a ele. As últimas informações – não oficiais – sobre Schumacher foram publicadas em setembro, quando o alemão deu entrada num hospital de Paris para um tratamento não especificado.