Após derrota em final, Carille é demitido de clube da Arábia Saudita

Com a saída, o treinador está livre novamente no mercado

Um dia após a derrota na final da Liga dos Campeões Árabes, o técnico Fábio Carille anunciou na noite deste domingo que foi demitido do Al Ittihad, da Arábia Saudita. Com a saída, o treinador, marcado pela trajetória no comando do Corinthians, está livre novamente no mercado.

 

“Nesta noite fui informado da decisão do clube de não continuidade no trabalho no Ittihad após um ano e oito meses. Saímos daqui de cabeça erguida e muito orgulhosos do trabalho realizado”, declarou o treinador, que chegou ao clube saudita em fevereiro do ano passado.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
Banner ALE Poder 3 - 970

“Assumimos o clube em uma difícil situação, de briga por rebaixamento, conseguimos o primeiro objetivo de manter o clube em seu lugar, na Liga Saudita, e depois, na segunda temporada, uma classificação à AFC depois de alguns anos, em terceiro lugar da liga também após muitos anos, e com conquistas importantes, como nenhuma derrota nos clássicos contra os 5 grandes clubes do país”, enumerou Carille.

O treinador deixou o clube sem conquistar títulos. A última chance aconteceu no sábado, quando o Al Ittihad empatou por 4 a 4 com o Raja Casablanca, mas perdeu nos pênaltis na final da Copa Árabe dos Clubes Campeões. O torneio, que envolve clube de dois continentes, não tem status de oficial, mas tem tradição no mundo árabe.

A competição, válida pela temporada 2019/20, deveria ter sido finalizada no ano passado, mas foi interrompida por causa da pandemia. Na retomada, ficou sem datas para a realização da final, que contou com brasileiros também em campo, como o goleiro Marcelo Grohe, ex-Grêmio, o meia Bruno Henrique, ex-Palmeiras, e o atacante Romarinho, ex-Corinthians.

“Saio após uma final que, infelizmente, perdemos nos pênaltis, mas fizemos quatro gols, tentamos até o fim esse título importante para o clube, num jogo histórico. Obrigado à torcida do Ittihad por sempre demonstrar carinho com a gente. Até mais!”, declarou Carille.