Koeman nega o retorno de Daniel Alves ao Barcelona: ‘Ninguém me falou nada’

"Não sei, ninguém do clube me falou nada sobre esse assunto ou sobre essa possibilidade, então prefiro não comentar", afirmou em entrevista coletiva

Sem clube desde que rescindiu seu contrato com o São Paulo há cerca de um mês, o lateral-direito Daniel Alves, de 38 anos, chegou a acenar um possível retorno ao Barcelona. Nesta terça-feira, o técnico do time espanhol, o holandês Ronald Koeman, disse desconhecer o assunto. “Não sei, ninguém do clube me falou nada sobre esse assunto ou sobre essa possibilidade, então prefiro não comentar”, afirmou em entrevista coletiva, dias depois da vitória sobre o Valencia, pelo Campeonato Espanhol, que lhe deu sobrevida no cargo.

No final de semana, o brasileiro disse em entrevista ao jornal espanhol Sport que se ofereceu para voltar a atuar com a camisa da equipe espanhola, pelo qual atuou entre 2008 e 2016, com uma série de títulos conquistados. “O único lugar neste mundo onde tenho casa é em Barcelona. Se acham que precisam

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
Banner ALE Mulher - 970

de mim, só têm que me chamar”, contou o lateral-direito.

A preocupação de Koeman é com relação ao jogo desta quarta-feira pela Liga dos Campeões da Europa. A vitória sobre o Valencia trouxe um clima de maior tranquilidade. Mas a pressão demorou pouco para reencontrar o clube. Pela terceira rodada, o time enfrentará o Dínamo de Kiev, da Ucrânia, em busca de seus primeiros pontos no Grupo E da competição. E com a obrigação da vitória para seguir sonhando com a classificação às oitavas de final, segundo o próprio treinador.

“Temos que vencer para ter a chance de ir para a segunda fase. Não há outra escolha a não ser vencer a partida. Sabemos o que temos de fazer, que é marcar pontos. É a única possibilidade de passar”, resumiu.

O atacante argentino Sergio “Kun” Agüero, que fez a sua estreia pelo Barcelona no último domingo, afirmou estar feliz por ter recebido muito carinho e pontuou que não está obcecado em marcar o primeiro gol pela equipe. E concordou com Koeman com relação à postura que o time precisa ter para alcançar um resultado em casa nesta quarta-feira.

“Temos que ganhar sim ou sim. Se não ganhamos, estamos quase fora. Estamos confiantes e com a ajuda da torcida, que certamente vai nos ajudar”, disse Agüero.

O treinador destacou que, apesar de muito jovem, seu elenco tem condição de enfrentar o desafio desta quarta-feira e saberá lidar com a pressão de jogar pela vitória. Entretanto, deixou claro que não deve haver uma expectativa com relação ao desempenho do time a longo prazo na Liga dos Campeões.

“Acho que podemos competir, mas não podem exigir que ganhemos a Champions. Há times que estão à nossa frente, mas vamos tentar competir. Estamos recuperando jogadores e, embora ainda não estejam no melhor momento, nos fazem melhorar. Mas temos que competir e passar por essa fase de grupos”, destacou Koeman.