Marlon Vera quer aposentar José Aldo: “Com quatro derrotas seguidas, é melhor pensar nisso”

Equatoriano vê em ex-campeão oportunidade de entrar no top 5 e entrar na fila por um title-shot: "Estou em ascensão e ele está em queda, vamos nos encontrar no meio". Luta é a co-principal do UFC deste sábado

Primeiro equatoriano a lutar no UFC, Marlon Vera tem neste sábado o maior teste de sua carreira. “Chito” terá pela frente José Aldo, ex-campeão peso-pena (65,8kg) e uma lenda do esporte. Vera venceu seis de suas últimas sete lutas e ocupa a 15ª colocação no ranking do peso-galo (61,2kg), enquanto Aldo é o sétimo da lista e busca a recuperação após três derrotas seguidas. A oportunidade empolga o equatoriano.

– Esta é minha chance de finalizá-lo e mostrar à divisão que estou na fila por um title-shot, ou ele vai me vencer e mostrar à divisão que ainda pode vencer um emergente e pode enfrentar alguém no top 5 de novo. Simples assim. Ele tem sua chance de se recuperar, e eu tenho minha chance de aposentá-lo e entrar no top 5 – disse Vera em entrevista ao Combate.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
Banner1 ALE 970x250

“Chito” não afirmou categoricamente que Aldo deveria se aposentar com uma derrota para ele, mas fez uma ponderação sobre o futuro do brasileiro no caso de mais um resultado adverso.

– Não presumo isso, mas com quatro derrotas seguidas, é melhor pensar nisso. Estou em ascensão e ele está em queda, então vamos nos encontrar bem no meio. Alguém vai sorrir e alguém vai chorar. Vou fazer de tudo no meu poder para sorrir nessa noite.

Vera se descreveu como um “nerd” do MMA, fanático desde os tempos de Pride. Apesar disso, contou que Aldo nunca foi seu ídolo e que gostava mais de Georges St-Pierre. Isso não significa que não entenda o tamanho do “Campeão do Povo”.

– Ele é um nome enorme, é um ex-campeão, defendeu o cinturão muitas vezes. Ele certamente é um filho da p*** durão. Não quero falar m*** dele, não quero mentir. Ele é um adversário muito perigoso e já lutou contra todo mundo. Não vou lutar com um qualquer. Ele só perdeu de campeões e ex-campeões. Não é um cara que perdeu para novatos ou caras de fora do ranking. Eu sei o que vou enfrentar, por isso me preparo muito. Neste sábado, vou mandar ver – prometeu.

O Combate transmite o UFC Thompson x Neal ao vivo, na íntegra e com exclusividade neste sábado, com o “Aquecimento Combate” a partir de 17h40 (de Brasília), e o início das lutas a partir de 18h. O Combate.com e o SporTV 3 mostram as duas primeiras lutas ao vivo, e o site acompanha todo o evento em Tempo Real.

UFC Thompson x Neal

19 de dezembro de 2020, em Las Vegas (EUA)
CARD PRINCIPAL (21h, horário de Brasília):
Peso-meio-médio: Stephen Thompson x Geoff Neal
Peso-galo: José Aldo x Marlon Vera
Peso-meio-médio: Michel Pereira x Khaos Williams
Peso-galo: Marlon Moraes x Rob Font
Peso-pesado: Marcin Tybura x Greg Hardy
CARD PRELIMINAR (18h, horário de Brasília):
Peso-meio-médio: Anthony Pettis x Alex Morono
Peso-galo: Sijara Eubanks x Pannie Kianzad
Peso-casado (até 88,5kg): Deron Winn x Antônio Arroyo
Peso-mosca: Gillian Robertson x Taila Santos
Peso-médio: Tafon Nchukwi x Jamie Pickett
Peso-mosca: Jimmy Flick x Cody Durden
Peso-leve: Carlton Minus x Christos Giagos