Palmeiras encara San Lorenzo com time alternativo na Libertadores

Abel Ferreira deve levar um time alternativo ao gramado do Nouvo Gasómetro, em Buenos Aires, onde será disputada a partida contra o San Lorenzo, pela rodada inicial do torneio sul-americano, a partir das 21h30

Derrotado por 1 a 0 pelo Santos no primeiro jogo da final do Paulistão, o Palmeiras estreia na Copa Libertadores nesta quarta-feira, quatro dias antes de decidir o título estadual em novo duelo com o rival alvinegro. Por isso, Abel Ferreira deve levar um time alternativo ao gramado do Nouvo Gasómetro, em Buenos Aires, onde será disputada a partida contra o San Lorenzo, pela rodada inicial do torneio sul-americano, a partir das 21h30.

Como de costume, o português mostrou irritação com o calendário sobrecarregado. Depois da derrota para os santistas, chegou até a citar Pep Guardiola para expressar sua insatisfação. “Nossa equipe, muitas vezes, entra para jogar a 70% da energia. Se vocês não acreditam no que eu digo, e como todos aqui acham que o que é de fora é bom, ouçam as reclamações do Guardiola sobre o calendário. Não há como. Não é desculpa, é fato”.

A principal novidade da partida será a presença de Rômulo ao menos no banco de reservas. O meia de 22 anos foi contratado pelo clube palmeirense depois de se destacar pelo Novorizontino no Campeonato Paulista. Antes de se apresentar na Academia de Futebol, enfrentou o Palmeiras na semifinal do Estadual, pelo time de Novo Horizonte, e foi derrotado por 1 a 0.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

É possível que Rômulo comece como titular, mas Abel trabalha com a ideia de utilizar Gabriel Menino como homem mais adiantado no meio de campo em um trinca formada também por Fabinho e Richard Ríos. Há expectativa de que o garoto Estêvão, de apenas 16 anos, ganhe mais minutos em campo no ataque.

O Palmeiras está em sua nona participação seguida na Libertadores e é o time brasileiro que mais vezes disputou o campeonato, com presença em 24 edições. Também é a equipe do País recordista de jogos (234), vitórias (132) e gols (451) no torneio continental. Em 2024, a missão é conquistar o quarto título e se isolar como o maior campeão entre os times do Brasil. Hoje, está empatado com Flamengo, São Paulo, Grêmio e Santos.

Nesta quarta-feira, o time palmeirense enfrenta um adversário da nação que mais detém títulos. São 25 conquistas argentinas contra 23 brasileiras, diferença que diminuiu nas últimas cinco temporadas, que tiveram como campeões o próprio Palmeiras (2020 e 2021), o Flamengo (2019 e 2022) e o Fluminense (2023).

Dos 25 títulos da Argentina, apenas um é do San Lorenzo, alcançado em 2014. O clube, conhecido por ter o Papa Francisco como torcedor mais ilustre, vinha de uma sequência de oito jogos sem derrota, mas perdeu por 2 a 1 para o Boca Juniors, no último sábado, em jogo da Copa da Liga Argentina.

O time de Buenos Aires não poderá contar com o treinador Rubén Darío Insua no banco de reservas, já que ele está suspenso pela expulsão recebida em duelo com o São Paulo no ano passado, pela Copa Sul-Americana.

FICHA TÉCNICA

SAN LORENZO X PALMEIRAS

SAN LORENZO – Facundo Altamirano; Gonzalo Lujan, Jhohan Romaña, Gastón Campi e Malcom Braida; Agustín Giay, Ivan Leguizamon, Elián Mateo Irala, Nahuel Barrios e Cristian Ferreira; Adam Bareiro (Cristian Tarragona). Técnico: Rubén Darío Insua.

PALMEIRAS – Marcelo Lomba; Garcia, Gustavo Gómez, Naves (Luan) e Vanderlan (Caio Paulista); Fabinho, Richard Ríos e Gabriel Menino (Rômulo); Lázaro, Breno Lopes (Estêvão) e Rony. Técnico: Abel Ferreira.

ÁRBITRO – Jesus Valenzuela (VEN).

HORÁRIO – 21h30.

LOCAL – El Nuevo Gasómetro, Buenos Aires.