Paulo Nobre descarta candidatura a presidente do Palmeiras e avalia chance de título brasileiro

O ex-mandatário refutou a possibilidade de participar do pleito

Paulo Nobre descartou que possa se candidatar ao cargo de presidente do Palmeiras e concorrer pelo posto com Leila Pereira em 2024. O ex-mandatário refutou a possibilidade de participar do pleito e reforçou que vai respeitar o que prevê o estatuto do clube.

“Palmeirense, não caia na ilusão do que algumas pessoas falam por aí. Entendam: a eleição para presidente do Palmeiras é no fim de 2024, e a eleição para conselheiro do Palmeiras é em fevereiro de 2025. Para eu poder ser candidato, teria de ser conselheiro, o que não sou. É absolutamente impossível eu ser candidato na próxima eleição, a não ser que fizessem uma mudança casuística do estatuto com a qual eu não concordaria”, afirmou Nobre ao canal Os Bocca Palmeiras no YouTube.

Nobre, que foi presidente entre 2013 e 2016, ainda manifestou sua indisposição em ter de fazer política ao lado de personagens que orbitam a cúpula do Palmeiras. “Eu também não gostaria de conviver com as pessoas que militam na política do Palmeiras. Eu amo o Palmeiras tanto quanto todos vocês. Mas o fato de eu amar o clube não significa que eu tenha de estar militando no Palmeiras.”

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Conforme mostrou o Estadão, a oposição do Palmeiras ganhou corpo nos últimos meses, principalmente por uma entrevista concedida por Leila Pereira que soou mal aos ouvidos de torcedores e membros do Conselho Deliberativo. No entanto, o grupo opositor ainda não definiu um nome para concorrer com a presidente e patrocinadora e só deve fazê-lo após o aniversário de 110 anos do clube, em agosto de 2024. O ex-vice-presidente Genaro Marino é apontado como um forte candidato.

Na mesma entrevista, concedida após a derrota do Palmeiras para o Flamengo por 3 a 0, Nobre avaliou as chances de o clube conquistar seu 12º título nacional. Apesar do revés, o ex-presidente pediu que a torcida confie e passe energia positiva para os jogadores.

“Por mais difícil que seja, uso uma frase que virou até meme: ‘Calma, tranquilidade’. Não dava para cravar na semana passada quando ganhamos epicamente do Botafogo que seríamos campeões. Da mesma maneira não dá para cravar que o campeonato terminou porque perdemos para o Flamengo. Está tudo em aberto, basta fazer a lição de casa. Temos de confiar e acreditar, porque essa energia passa para dentro de campo”, afirmou Nobre.

O Palmeiras volta a atuar no sábado, às 21h, na Arena Barueri, diante do Internacional. Faltam cinco partidas para o término do Campeonato Brasileiro. Depois da Data Fifa, o time alviverde tem pela frente: Fortaleza (fora), América-MG (casa), Fluminense (casa) e Cruzeiro (fora).