Policial Militar de Rondônia é vice-campeão em torneio nacional de Triathlon

“O triathlon se tornou uma filosofia de vida para mim, e poder representar a Polícia Militar de Rondônia e trazer medalhas para o Estado é uma grande honra”, disse o atleta.

O desafio de assimilar 03 (três) modalidades esportivas e bem desenvolver em um só esporte foram os motivadores que o policial militar Maicon Roberto Romano de Souza, 32 anos, a participar da competição no 30° Troféu Brasil de Triathlon, que aconteceu em Santos/ SP no inicio do mês de outubro.

O atleta militar conseguiu concluir todas as etapas da prova, sendo a natação 1.500m, o ciclismo 40km e a corrida 10km, superando seus limites no tempo de 2h30min05s. Tais resultados o consagraram vice-campeão no 30° Troféu Brasil de Triathlon, na categoria militar.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
Banner ALE Poder 3 - 970

O atleta militar havia decidido iniciar os treinamentos em novembro do ano passado, com a intenção de participar do evento de Triathlon, com a experiência em natação, decidiu se dedicar aos treinos de forma coordenada incluindo a corrida e ciclismo.

A partir daí, foi atrás de uma Assessoria Esportiva de Triathlon e conseguiu encontrar o instrutor Adriano Noguez de Blumenau- SC e sua equipe para ajudá-lo nas instruções afim de que ele pudesse obter o êxito em concluir as difíceis provas do 30° Troféu Brasil de Triathlon. “ O triathlon se tornou uma filosofia de vida para mim, e poder representar a Polícia Militar de Rondônia e trazer medalhas para o Estado é uma grande honra”, disse o atleta.

Embora a prática da natação do triatlon seja no mar e o forte vento durante o ciclismo na região de Santos sejam diferentes das condições climáticas dos locais de treino, haja vista na região Norte a prevalência de água doce e não haver incidência de ventos tornem o treino diferenciado, não foram entraves para garantir a medalha e bem representar a Corporação durante a prova.

A competição do Troféu Brasil de Triathlon é tradicional no país e para o atleta militar Romano foi uma experiência e uma surpresa o resultado. “ Foi a minha primeira grande competição a nível nacional, treino triathlon desde novembro de 2020, ou seja, menos de 1 ano. Agradeço ao comando da Corporação em apoiar e liberar a participação nessa competição”, finalizou.

Para o ano de 2021 estão previstas a participação na competição Soloman que irá ocorrer em novembro em Ji-Paraná, sendo o foco no maior evento de triatlon da America Latina, Ironman 70.3 que acontece em agosto do ano que vem em Maceió.