Ranking da Fifa feminino: Brasil termina 2023 fora do top 10

Seleção brasileira feminina perde duas posições e fecha na 11ª colocação depois de quatro anos

O Brasil terminou 2023 fora do top 10 do ranking feminino da Fifa, o que não acontecia desde setembro de 2019. Na última lista do ano, anunciada nesta sexta-feira, a seleção brasileira aparece em 11º lugar. A equipe perdeu duas posições em relação à classificação anterior, divulgada há quatro meses, logo após a Copa do Mundo Feminina.

O Brasil disputou cinco amistosos desde o fim da Copa do Mundo Feminina, na qual sequer passou da fase de grupos, o que resultou na demissão da técnica sueca Pia Sundhage. Em outubro, ganhou do Canadá por 1 a 0, na estreia do técnico Arthur Elias, e perdeu a revanche por 2 a 0, ambos jogos como visitante. Em novembro e dezembro, a seleção bateu o Japão por 4 a 3 na Neo Química Arena, perdeu para as japonesas por 2 a 0 no Morumbi, e goleou a Nicarágua por 4 a 0 na Fonte Luminosa.

Campeã inédita da Copa do Mundo Feminina, a Espanha assumiu a liderança do ranking pela primeira vez.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Confira o top 11 do ranking feminino da Fifa de 2023:

Espanha: 2066,05

Estados Unidos: 2045,12

França: 2021,69

Inglaterra: 2014,19

Suécia: 1998,09

Alemanha: 1987,25

Holanda: 1986,84

Japão: 1978,01

Coreia do Norte: 1950,87

Canadá: 1948,58

Brasil: 1941,08

Co-anfitriã da Copa do Mundo Feminina, a Austrália acabou deixando o top 10 mesmo com a quarta colocação no torneio. Com 1882,88 pontos, as Matildas foram para o 11º lugar no ranking devido à melhora do Japão, que saiu da 11ª para a oitava posição com a campanha até as quartas de final. Outro país-sede do Mundial, a Nova Zelândia permanece em 26º lugar, com 1682,37 pontos.

A próxima atualização do ranking feminino da Fifa será divulgada no dia 15 de dezembro.