Revezamento da tocha olímpica de Tóquio-2020 é suspenso na Grécia

O comitê decidiu suspender a etapa do revezamento da tocha da Olimpíada de Tóquio-2020

PUBLICIDADE:

O Comitê Olímpico Helênico, da Grécia, decidiu suspender a etapa do revezamento da tocha da Olimpíada de Tóquio-2020 que seria realizado no berço dos Jogos até o dia 19 de março, por causa da pandemia de coronavírus.

 

O tradicional evento que antecede a Olimpíada começou na quinta (12), após a cerimônia de acendimento da chama no santuário de Olímpia.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

De acordo com o comitê grego, a primeira etapa do revezamento, na região de Esparta, recebeu um número muito alto de espectadores, o que levou à suspensão para evitar novas aglomerações.

No dia 19, a chama olímpica será entregue, em uma cerimônia sem público em Atenas, para os organizadores da Olimpíada do Japão.

Se for mantido, a partir do dia 26, em Fukushima, começa o revezamento pelo país-sede, que percorrerá 47 localidades durante 121 dias, culminando com a cerimônia de abertura da Tóquio-2020, no novo estádio olímpico construído na capital japonesa.