Vini Jr. cobra Uefa após racismo de torcedores do Atlético de Madrid

Antes da partida contra a Inter de Milão, torcedores entoaram cânticos insultando o brasileiro. La Liga diz que vai investigar mais um caso

O atacante Vinícius Júnior, do Real Madrid, exigiu punições para os torcedores do Atlético de Madrid que entoaram cânticos racistas contra ele antes da partida do Atlético contra a Inter de Milão. Através de suas redes sociais, o brasileiro compartilhou o vídeo em que os torcedores aparecem cantando e marcou a Champions League a Uefa.

“Perseguido”: Ancelotti sai em defesa de Vini Jr.

“Espero que já tenham pensado nas punições deles. É uma triste realidade que passa até nos jogos que eu não estou presente!”, protestou Vini Jr.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Reprodução

Antes da bola rolar entre Atlético de Madrid e Inter de Milão, em partida válida pelas oitavas de final da Champions League, um grupo de torcedores ofendeu Vini Jr., um grupo de torcedores do Atlético foi filmado chamando o atacante de chimpanzé em frente ao estádio Wanda Metropolitano, casa do Atleti.

“Alé, alé, alé, Vinicius chimpanzé”, cantavam os torcedores.

Confira o registro feito pela Agente Libra Digital.

Essa não é a primeira vez que o jogador é alvo de ofensas desse teor feitas pelos torcedores rivais. No ano passado membros da Frente Atlético, torcida organizada do Atlético de Madrid, penduraram um boneco do jogador enforcado em uma ponte. Sete pessoas acabaram presas por conta do gesto.

La Liga irá denunciar ocorrido

Após o ocorrido, a La Liga informou que irá denunciar o ocorrido. A entidade se comprometeu a fazer a representação, mesmo o episódio tendo sido cometido durante uma partida da Champions, que é de responsabilidade da Uefa.

A La Liga ainda informou que está comprometida a garantir que o futebol seja um espaço livre de ódio.