Xavi cobra explicação da diretoria do Barcelona após invasão alemã no Camp Nou

O time espanhol foi eliminado da Liga Europa ao perder de 3 a 2 do Eintracht Frankfurt.

Técnico do Barcelona, Xavi está incomodado com o que aconteceu no Camp Nou na quinta-feira (14). O time espanhol foi eliminado da Liga Europa ao perder de 3 a 2 do Eintracht Frankfurt.

Em entrevista ao jornal espanhol AS, o treinador afirma ter se sentido “roubado” com a invasão dos torcedores alemães na casa do Barcelona. Milhares de torcedores do Frankfurt compraram ingressos que seriam do Barcelona e pintaram o Camp Nou de branco.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
Banner ALE Sobrevivente - 970

A imagem foi impactante: enquanto o Eintracht Frankfurt dava um baile no gramado, as arquibancadas do Camp Nou pulsavam como se o jogo fosse na Alemanha, não em Barcelona. Eliminado da Liga Europa com a derrota por 3 a 2 em casa, o clube catalão agora investiga como foi possível ter tantos torcedores visitantes no estádio se havia disponibilizado apenas 5 mil ingressos para eles.

Aconteceu em todos os setores, mas, principalmente, no anel superior do estádio. Mesmo nas comemorações dos gols dos alemães deu para ver visitantes vibrando entre os lamentos dos torcedores da casa. O técnico do Barça ainda aguarda explicações da diretoria após o ocorrido: “Atiraram tudo em nós, não podíamos entrar pelo túnel… Foi fatídico”.

A imprensa espanhola calcula que cerca de 30 mil torcedores do Frankfurt foram a Barcelona e a maioria absoluta deles tenha entrado no Camp Nou. Alguns fatores combinados podem explicar a “invasão” dos alemães.

A começar pela revenda de ingressos por parte dos sócios, o que fica evidente pela distribuição de visitantes por todos os setores do estádio. As entradas para este jogo não eram livres, ou seja, cada entrada dava direito a uma cadeira específica. O que o Barcelona investiga é a possibilidade de os sócios terem atuado como cambistas: comprado um ingresso e imediatamente revendido aos visitantes, possivelmente a um preço maior.
Outros “suspeitos” são os operadores turísticos. Não é incomum que agências ofereçam pacotes de viagem para Barcelona com um ingresso incluso, e esta possibilidade ganha força pela presença de vários grupos de alemães sentados juntos no Camp Nou.

Por fim, a venda direta a partir do próprio clube, que pode ter tido algum problema técnico com o bloqueio geográfico na venda online de ingressos. Em um jogo internacional, é praxe que o Barcelona impeça a compra de ingressos a partir de computadores registrados no país do time visitante, justamente para evitar uma “invasão”, mas o jornal Marca especula que desta vez o sistema pode ter tido algum tipo de erro -o clube, no entanto, nega essa possibilidade.

Xavi afirma que está no aguardo da explicação: “Foi um erro como clube, é óbvio. Espero que nos expliquem o que houve. O que está claro é que isso não pode acontecer novamente. Nos condicionou muito”, diz.