Erupção de vulcão na Guatemala deixa 25 mortos

3.100 pessoas das comunidades próximas já foram retiradas de suas casas devido à queda das cinzas

epa05750856 The Guatemalan volcano known as 'Volcan de Fuego' (lit. Volcano of Fire), one of the most active in the country, makes its first eruption of the year in , Sacatepequez, Guatemala, 25 January 2017. The National Institute of Seismology, Volcanology, Meteorology and Hydrology (INSIVUMEH) indicated in a special bulletin that the volcano's eruptive phase began at 13.45 local time (19.45 GMT), generating a column of gray ash 5,500 meters above sea level. EPA/ESTEBAN BIBA

Pelo menos 25 pessoas morreram e 20 ficaram feridas na sequência da erupção do Vulcão de Fogo na Guatemala, no domingo (3), segundo um novo balanço da Proteção Civil.

“O balanço às 21:00 (00:00 em Brasília) é de 25 mortos”, disse o porta-voz da Coordenação de Gestão de Desastres da Guatemala, David de Leon.

Na divulgação anterior, as autoridades relataram seis mortos e 20 feridos.

De acordo com os órgãos responsáveis, 3.100 pessoas das comunidades próximas já foram retiradas das habitações devido à queda das cinzas, que começaram agora a afetar uma área populacional com cerca de 1,7 milhões de pessoas.

A erupção no Vulcão de Fogo, que teve início ontem, é a mais forte dos últimos anos e está provocando espessas colunas de fumaça que sobem até cerca de 10 mil metros de altura e caem depois num raio alargado, chegando à Cidade da Guatemala.

O Presidente do país, Jimmy Morales, anunciou já que vai declarar estado de emergência, sujeito a aprovação do Congresso, e pediu aos cidadãos que estejam atentos aos avisos das autoridades de emergência.

A pista do aeroporto internacional La Aurora, na capital, foi fechada, por motivos de segurança.

“Atualmente, o vulcão continua entrando em erupção e existe um alto potencial para avalanchas de detritos (piroclásticos)”, escreveu a agência de gestão de desatres no Twitter, citando Eddy Sanchez, diretor do Instituto de Sismologia e Vulcanologia (Insivumeh) guatemalteco.

Segundo Sanchez, as correntes de lava atingiram temperaturas de cerca de 700ºC.

O vulcão, de 3.763 metros de altura, situa-se nas regiões de Escuintla, Chimaltenango e Sacatepéquez, a 50 quilômetros a oeste da capital de Guatemala, as zonas mais afetadas.