G7 luta por “desescalada” de guerra entre Israel e Irã, diz secretário dos EUA Antony Blinken

Mesmo com a tensão entre Israel e Irã, Antony Blinken afirmou que o foco do Grupo dos Sete é a situação dos palestinos na Faixa de Gaza

O secretário de Estado dos Estados Unidos (EUA), Antony Blinken, afirmou, nesta sexta-feira (19/4), que o Grupo dos Sete, mais conhecido com G7, está “comprometido com a desescalada” do conflito humanitário entre Israel e grupo extremista Hamas.

Na saída da reunião de ministros dos Negócios Estrangeiros do G7, realizada em Capri, na Itália, Blinken disse: “Estamos comprometidos com a segurança de Israel”. “Também estamos comprometidos com a desescalada”, reforçou.

Ele ainda pontuou que o grupo que reúne as maiores economias do planeta condenou o ataque com mísseis e drones do Irã contra Israel. Durante declaração a jornalistas, Blinken confirmou que o governo israelense é o autor do ataque aéreo na cidade iraniana de Isfahan.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

O bombardeio de Israel é uma resposta ao ataque feito pelo Irã no último fim de semana.

A guerra entre Israel e Hamas

A guerra no Oriente Médio ocorre desde 7 de outubro de 2023 e ceifou, até o momento, 34,3 mil palestinos e 1.139 israelenses.

O conflito afeta principalmente os residentes da Faixa de Gaza, que têm acesso restrito a recursos humanitários (alimento e medicamentos), bem como é palco dos bombardeios das Forças Armadas de Israel.

Mesmo com as tensões entre Irã e Israel, Blinken observou que o foco do Grupo dos Sete é a situação dos palestinos em Gaza. “Continuamos intensamente concentrados em Gaza”, finalizou.