Morto há 14 anos, Michael Jackson pode virar réu após nova acusação de abuso sexual

O tribunal da Califórnia acatou a acusação

Michael Jackson, que faleceu há 14 anos, pode virar réu por nova acusação de abuso sexual. Segundo informações do TMZ, o coreógrafo Wade Robson o acusou de tê-lo molestado quando era criança. O tribunal da Califórnia acatou a acusação. O caso teria acontecido no Rancho Neverland, quando o dançarino tinha entre 7 e 14 anos.

Wade Robson está processando a corporação do famoso, MJJ Productions Inc. Na primeira instância, o tribunal foi favorável à empresa, concordando com as alegações dos advogados de que não tinha controle sobre o que o astro fazia.

O Tribunal de Apelação redirecionou o caso de volta para julgamento.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Em 2005, o Rei do Pop Jackson foi julgado por molestar um menino. À época, Wade Robson afirmou que dormiu na cama do cantor e nada aconteceu. Em 2013, deu a nova versão do que ocorreu, alegando que foi vítima de uma “manipulação completa e lavagem cerebral” da MJJ Productions Inc.