1º Tribunal do Júri de Porto Velho condena homem que matou por ciúme

Justiça

O réu Jete Ceide foi condenado a 12 anos de reclusão pelo 1º Tribunal do Júri da comarca de Porto Velho, sob acusação de ter matado, com várias facadas, a vítima Dieuska Alsaint. A sessão de julgamento foi realizada na quinta-feira,10, das 8h30 às 14h. A motivação do crime seria o relacionamento que a vítima matinha com outra mulher (Jaqueline), que o réu também tinha envolvimento.

Segundo a sentença condenatória, o Conselho de Sentença (jurados) decidiu, por maioria, que o réu praticou crime de homicídio contra a vítima Dieuska Alsaint por motivo fútil. O réu que já respondia à acusação preso, desta forma será mantido no regime fechado inicialmente.

Durante o julgamento, a solenidade do júri foi presidida pelo juiz Gleucival Zeed Estevão; já representando o Ministério Público, o promotor de Justiça Jefferson Marques Costa; e na defesa do réu, o defensor Público Paulo Eduardo Pereira Lima.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

O crime aconteceu no dia 16 de maio de 2019, na Rua Ester Sales, nº1030, Bairro Agenor de Carvalho, em Porto Velho-RO (Processo Criminal n. 0007831-04.2019.8.22.0501).

Relembre o caso

Haitiano é morto a facadas durante discussão por causa de mulher em Porto Velho