Governo altera decreto e endurece isolamento restritivo em Porto Velho e Candeias do Jamari

Na alteração, o governo veda qualquer deslocamento em vias públicas fora das hipóteses apresentadas no documento. Decreto vale até 14 de junho.

Na noite deste domingo (7), o Governo de Rondônia alterou e acrescentou medidas no decreto de isolamento social restritivo em Porto Velho e Candeias do Jamari publicado no último sábado (6). O documento vale até 14 de junho.

Na alteração deste domingo, o Governador Coronel Marcos Rocha diz que é vedado qualquer deslocamento em vias públicas fora das hipóteses apresentadas no documento.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
COVID 970x250

As medidas têm o objetivo de conter o avanço da pandemia do novo coronavírus. Além dos pontos já expostos no decreto do último sábado, as mudanças acrescentadas no texto determinam agora:

  • suspensão de todas as obras públicas e privadas, salvo aquelas das áreas da saúde, segurança pública, sistema penitenciário e saneamento, bem como as obras federais;
  • Suspende os serviços de transporte público coletivo municipal, o transporte público ou particular, coletivo e individual, interestadual, intermunicipal e táxi lotação com origem e destino às cidades de Porto Velho e Candeias do Jamari, sendo que a suspensão do transporte intermunicipal começa no dia 7 de junho e do transporte interestadual iniciará dia 9 de junho;
  • O serviço de hotéis e hospedarias não deve aceitar, a partir de 9 de junho, novos hóspedes durante a vigência deste decreto. E os já hospedados precisam obedecer as medidas sanitárias coerentes;
  • Fica permitida a escolas e templos de culto estabelecerem rotinas administrativas internas com o objetivo da produção de conteúdo para transmissão das atividades, enquanto durar o decreto, desde que obedeçam os requisitos de higiene e sanitização.