Governo de Rondônia busca impulsionar relação comercial com a China

DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO

A China é considerado o maior mercado consumidor de commodities do mundo, sendo os produtos agrícolas, um deles, e também é maior parceiro comercial de Rondônia, e para avançar, tanto nas cooperações comerciais com esse país quanto em um alinhamento conjunto para estabelecer uma rota comercial, conectando a América Latina à Ásia pelo Oceano Pacífico, o Governo de Rondônia participou nesta quarta-feira (14) de reunião na Embaixada Chinesa, em Brasília.

O governador de Rondônia, Marcos Rocha, juntamente ao titular da Secretaria de Estado de Finanças – Sefin, Luis Fernando Pereira e a Superintendência de Integração do Estado de Rondônia em Brasília – Sibra, Augusto Leonel, foi recebido pelo embaixador da China, Zhu Qingqiao, e pontuou o interesse em ampliar o ingresso da produção rondoniense no mercado chinês. De acordo com os dados da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico – Sedec, a soja e a carne bovina são os principais produtos exportados do Estado para a China. Mas Rondônia tem muito mais a oferecer aos chineses.

‘‘Rondônia cresceu na produção de alimentos. O Valor Bruto da Produção agropecuária aumentou de R$ 9 bilhões em 2019, para mais de R$ 20 bilhões, em 2023. Na feira agropecuária, a Rondônia Rural Show Internacional, realizada em maio, batemos recorde ao movimentar R$ 3,5 bilhões em negócios que incentivam a produtividade no campo, por meio de tecnologias sustentáveis. E o Governo de Rondônia quer avançar em cooperações com esse tão importante parceiro comercial e mercado consumidor dos nossos alimentos, que é a China’’, afirmou o governador.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

CARNE BOVINA E CAFÉ

O governador pontuou, ainda, que os avanços na qualidade da carne bovina, um dos produtos rondonienses mais consumidos pelos chineses. Rondônia tem o maior rebanho do Brasil livre de vacina contra febre aftosa, com mais de 17 milhões de cabeças de gado. Para alcançar esse status, o Estado investiu em boas práticas sanitárias e mantém um controle rígido para manter o rebanho saudável.

O Estado está em 1º lugar na região Norte, como maior exportador de carne bovina, sendo o 6º maior exportador do Brasil. Somente no ano passado, Rondônia exportou 48.753.275 kg de carnes bovina à China, o que gerou uma movimentação de U$ 323.801.202.

O café foi outro produto que entrou na pauta da reunião. Rondônia ocupa a 5ª colocação do ranking nacional de produção de café, e é o principal produtor de café robusta do Brasil. O Governo de Rondônia tem investido na qualidade e produtividade da cafeicultura rondoniense com distribuição gratuita de mudas clonais aliada à assistência técnica aos agricultores familiares, e conquistou todos os lugares no pódio da premiação nacional do Coffee Of The Year 2022, realizada em Minas Gerais, referente à categoria café robusta.

Este ano, Rondônia exportou para a China 19,2 mil kg de café em grãos, o que movimentou US$ 64 mil.

ROTA PELO PACÍFICO

Outro assunto comum entre Rondônia e China, tratado na reunião, é quanto aos investimentos em uma rota comercial, conectando a América Latina à Ásia pelo Oceano Pacífico. A China tem um programa chamado “One belt, one Road” (um cinturão, uma rota), lançado em 2013, que tem justamente essa finalidade, por meio de investimentos em conexões no setor portuário, rodoviário e ferroviário. O Governo de Rondônia sinalizou interesse de que essa rota seja consolidada para trazer mais desenvolvimento ao Estado e para o país.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here
Captcha verification failed!
CAPTCHA user score failed. Please contact us!