Prefeitura de Vilhena, RO, publica decreto com novas medidas para atividades de lazer e comércio

Normas passam a valer na cidade a partir da próxima segunda-feira (25). Feiras e bares terão novas restrições. Idosos poderão entrar em estabelecimentos comerciais com acompanhantes.

Vista aérea de Vilhena — Foto: Prefeitura de Vilhena/Divulgação

A prefeitura de Vilhena (RO) publicou na última sexta-feira (22) um novo decreto de emergência em saúde pública, devido a pandemia do novo coronavírus, que determinou novas medidas para o funcionamento do comércio e restringiu atividades de lazer.

De acordo com a prefeitura, as mudanças foram realizadas após uma deliberação do Comitê Gestor Municipal de Enfrentamento ao Coronavírus na cidade. O decreto passa a valer a partir da próxima segunda-feira (25).

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
COVID 970x250

Segundo o documento, fica restrita a circulação de pessoas em áreas de lazer e convivência com o objetivo de realizar atividades físicas, festivas ou sociais sem relevância pública, além de eventos e reuniões com mais de cinco pessoas.

Também continua restrita a circulação de pessoas e veículos por vias e espaços públicos das 23h às 5h, com exceção de serviços de transporte por táxis e aplicativos, assim como serviços de entrega.

Viajantes que chegarem na cidade com sintomas característicos da Covid-19 e não comprovarem residência no município deverão seguir viagem, sendo escoltados até os limites do perímetro urbano ou até uma unidade de saúde.

A partir da próxima segunda (25) também será limita a entrada de uma pessoa por família nos estabelecimentos comerciais, com exceção de idosos que podem ter um acompanhante, e crianças menores de 12 anos que serão impedidas de entrar nas lojas. Os estacionamentos privativos também terão ocupação limitada a 50% com alternância entre as vagas.

Já em locais de entretenimento como bares, casas de shows, boates, balneários, entre outros, fica limitada a presença de no máximo cinco pessoas, sendo que os bares só poderão funcionar através de serviço de entrega, sem a possibilidade de retirada ou consumo no local.

De acordo com o decreto, para atividades religiosas presenciais deve ser respeitado o afastamento social, tendo o local ocupação de um pessoa para cada 20 m². Ainda é recomendada a instalação de cabines de desinfecção.

Novas medidas também foram tomadas em relação às feiras livres, que passarão a funcionar apenas em locais cobertos, obedecendo as normas e orientações de higiene.

Já os velório serão limitados a cinco pessoas no ambiente, podendo acontecer revezamentos, com duração máximo de duas horas, sempre com distanciamento entre as pessoas.

De acordo com o boletim informativo divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) na última sexta (22), Vilhena tem 23 casos confirmados de Covid-19.