Transtornado açougueiro ameaça matar o próprio filho de 03 anos a facadas

Após longa negociação com a PM, açougueiro se entrega e criança é salva

Após uma longa negociação, que só terminou por volta da meia noite deste domingo, 29, um açougueiro aparentando cerca de 30 anos, que manteve o próprio filho, um menino de apenas 03 anos, como refém por quase quatro horas se entregou à Polícia Militar.

Segundo apurou a reportagem do FOLHA DO SUL ON LINE no local dos fatos, mesmo sendo proibido de se aproximar da ex-esposa, o homem ignorou a medida protetiva e invadiu a casa onde ela mora com os três filhos, no bairro BNH, em Vilhena.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
Banner ALE Poder 3 - 970

Alterado e armado com uma faca, o açougueiro quebrou objetos dentro do imóvel, momento em que a mulher e duas crianças saíram correndo e se abrigaram numa casa vizinha. O mais novo, no entanto, ficou em poder do pai, que aparentava estar embriagado.

A Polícia Militar foi acionada e, quando chegou ao local, encontrou o homem segurando o filho caçula. Ele ameaçava esfaquear a criança e se matar em seguida. A alegação para a atitude violenta, segundo ele contou aos militares, era pelo fato de a ex-esposa proibi-lo de ver os filhos.

Além de várias viaturas da própria PM, uma guarnição da PRF também foi acionada para lidar com a situação, pois poderia ser necessário o uso de “tasers” (pistolas com descargas elétricas) para preservar a vida do menino.

A longa e paciente negociação conduzida pelo Major Thiago Araújo, porém, deu resultados práticos: após pedir água, lanche e refrigerantes, além de sorvete para acalmar o bebê, que chegou a dormir em seu colo após se alimentar, o açougueiro se entregou.