Aprovada lei que permitirá escolha dos locais de tratamento pelos pacientes com câncer em Rondônia

Localizado em Porto Velho, o Hospital de Amor Amazônia é referência no tratamento oncológico para Rondônia e região norte.

 A Assembleia Legislativa do Estado de Rondônia aprovou, por unanimidade, um Projeto de Lei que permitirá aos pacientes da rede pública de saúde, que forem diagnosticados com câncer, a escolher o local para a realização dos procedimentos de diagnóstico e tratamento, dentre eles, o Hospital de Amor Amazônia.

O PL 1.509/2021, proposto pelo deputado Laerte Gomes (PSD), foi aprovado por unanimidade pelo plenário da Assembleia durante a sessão realizada no dia 29 de março. Agora, a matéria aguarda a sanção do Governo do Estado para entrar em vigor.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
Banner ALE Sobrevivente - 970

O texto assegura ao paciente diagnosticado com câncer, “o direito de consentir ou recusar, de forma livre, voluntária e esclarecida, o local de realização dos procedimentos diagnósticos, terapêuticos e atos médicos a serem realizados, no âmbito do Estado de Rondônia”.

Com a publicação da Lei, os rondonienses poderão optar pela realização dos exames de diagnóstico ou tratamento no HA, que está presente no estado com duas unidades, sendo o Hospital de Amor Amazônia e o Instituto de Prevenção de Ji-Paraná.

Inaugurado em 12 de junho de 2012, o HA Amazônia, antigo Barretinho, sediado em Porto Velho, é referência em oncologia à pacientes adulto e infantil, na atenção ambulatorial e hospitalar especializada em oncologia, contando com atendimento de urgências e emergências oncológicas, diagnóstico, internação, e tratamento por hemoterapia, hemodiálise, quimioterapia, radioterapia, braquiterapia e iodoterapia, além dos cuidados paliativos hospitalares e domiciliares, com capacidade para atender em média 600 pacientes por dia, sendo que em 2021 foram realizados mais de 500 mil procedimentos.

O HOSPITAL DE AMOR

O HA tem como uma de suas principais frentes de atuação a prevenção, sendo referência no assunto com um trabalho ativo, por meio de dezenas de unidades fixas e móveis espalhadas pelo país. Esse serviço contribui diretamente para o diagnóstico precoce dos tipos mais incidentes da doença na população brasileira, como o câncer de mama, que quando descoberto em suas fases iniciais possui até 95% de chances de cura, além de diminuir a necessidade de tratamentos mais invasivos.

Fundado há 60 anos, na cidade de Barretos, interior do Estado de São Paulo, o Hospital de Amor nasceu com o objetivo de oferecer medicina de qualidade e humanizada. Hoje é referência no tratamento de câncer no Brasil, com reconhecimento internacional, sendo instituição irmã do MD Anderson Cancer Center Institute, com sede no estado do Texas, Estados Unidos, o maior centro de tratamento oncológico do mundo.