PF deflagra Operação Retomada e cumpre mandados de prisão em Rondônia

PF realiza operação em Rondônia e em outros estados

A Polícia Federal, através da Delegacia de Repressão a Entorpecentes e do Grupo de Investigações Sensíveis (GISE/PVH), deflagrou na manhã desta terça-feira a Operação Retomada visando desarticular uma associação criminosa voltada para o tráfico de drogas e lavagem de capitais em diversos Estados do país.

A investigação teve início no mês de julho de 2016, como continuidade dos trabalhos desenvolvidos nas Operações Nova Dimensão e Cardeal, através das quais também se investigava a prática de crimes semelhantes, com a prisão de diversos envolvidos e a apreensão de considerável quantidade de entorpecentes e o sequestro de inúmeros bens.
Contudo, após a deflagração das referidas Operações Policiais, alguns integrantes do grupo criminoso continuaram em atividade, mesmo foragidos da Justiça, com a existências de mandados de prisão expedidos pela Vara de Delitos de Tóxicos de Porto Velho/RO.

As investigações possibilitaram identificar uma nova organização criminosa que agia de modo bastante semelhante àquelas desmanteladas em operações anteriores, com a remessa de consideráveis cargas de entorpecentes de Rondônia para outros pontos do território nacional, sobretudo para o interior do Pará e Maranhão, por via aérea, de onde seguiam por via terrestre para os pontos de distribuição.

O trabalho de inteligência da Polícia Federal conseguiu identificar os principais responsáveis pelo transporte e posterior revenda das substâncias entorpecentes, em uma clara e específica divisão de tarefa entre os envolvidos.

Ao longo das investigações foram apreendidos cerca de R$ 1.400.000 em espécie, valores estes que se destinavam ao pagamento de carregamentos de entorpecentes, além de aproximadamente 170kg (cento e setenta quilos) de cocaína, 4 fuzis de calibre .556, 02 pistolas e munições de diversos calibres.

Em uma das ações realizadas pelo Comando de Operações Táticas da Polícia Federal (COT) em uma fazenda no interior do Estado do Pará foi possível realizar a abordagem à uma aeronave que estaria transportando em seu interior uma mala com valores superiores a R$ 800.000,00 (oitocentos mil reais), além de armas de grosso calibre. Neste local, durante as buscas com o auxílio de cão farejador, foram identificados toneis enterrados ao longo da propriedade, onde os envolvidos escondiam as drogas adquiridas.

Ao todo foram expedidos 13 (treze) mandados de prisão preventiva, 9 (nove) de condução coercitivas e 17 (dezessete) buscas e apreensões nos Estados de Rondônia, Maranhão, Pará, Mato Grosso do Sul e Paraná.

Em razão dos altos lucros obtidos com a compra e venda de entorpecentes, o que pode ser verificado devido aos valores apreendidos durante as investigações, os alvos possuíam um esquema altamente organizado para a lavagem dos capitais ilícitos, mediante a compra de imóveis, aeronave, veículos, dentre outros bens de elevado valor.

Visando atingir o patrimônio dos investigados, foram apreendidos diversos automóveis, alguns de alto luxo, e a aeronave utilizada para o transporte das drogas, sendo determinado, ainda, o bloqueio judicial das contas de 21 (vinte e um) alvos e de 02 (duas) empresas de “fachada” utilizadas para a lavagem do capital ilícito.

Os presos permanecem à disposição da Justiça Estadual do Estado de Rondônia.

PF deflagra Operação Retomada cumpre mandados de prisão em RondôniaPF deflagra Operação Retomada cumpre mandados de prisão em RondôniaPF deflagra Operação Retomada cumpre mandados de prisão em RondôniaPF deflagra Operação Retomada cumpre mandados de prisão em Rondônia
Fonte: Polícia Federal