Polícia Civil e PM de Vilhena cumprem mandados de prisão contra membros de facção envolvidos em assassinatos

Ilustrativa

A Polícia Civil de Rondônia, por meio da Regional de Vilhena, com apoio da Polícia Militar, deflagrou a Operação Thanatus, nesta segunda-feira (13), cumprindo cinco mandados de prisão temporária contra J. V. E. de C. (25 anos), A. R. da S. (29 anos), M. C. dos S. (27 anos) e M. D. C. A. (21 anos). Fortes elementos de prova indicam que eles foram responsáveis por homicídios e tentativas de homicídio na cidade.

As investigações apontam que os crimes foram motivados por dívidas de drogas e brigas entre facções.

As vítimas dos crimes foram:

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

1. Neilson de Aguiar Silva – Ficou tetraplégico após ser baleado em 15 de janeiro deste ano.

2. Leonardo Martins da Silva – Morto a tiros em 25 de janeiro de 2024.

3. Adailton Gonçalves de Oliveira – Assassinado em 15 de fevereiro de 2024.

4. Cleiton de Jesus – Morto a tiros em 20 de fevereiro de 2024.

5. Marcos Eduardo Machado de Lima – Alvejado com vários tiros em 25 de fevereiro de 2024.

J. V. E. de C. e M. D. C. A. já estavam presos. Caso condenados, podem enfrentar penas de até 150 anos de prisão. Todos são apontados como integrantes de facção criminosa que tenta se estabelecer em Vilhena. Durante as diligências, uma motocicleta foi recuperada.

A Operação Thanatus, que deriva de “Thanatos”, a personificação da morte na mitologia grega, foi assim nomeada devido à natureza letal dos crimes cometidos pelos suspeitos. A Delegacia da Polícia Civil em Vilhena, o Comando Regional de Policiamento III e o 3° Batalhão de Polícia Militar ressaltaram a união das forças de segurança na operação e reafirmaram seu compromisso em combater o crime organizado na região.