Dupla efetua vários tiros em guarnição da PM

Um homem identificado como Thiago A P, de 28 anos, foi preso no final da noite desta quarta-feira (22), acusado de tentativa de homicídio contra policiais militares durante fuga alucinada na Zona Leste de Porto Velho. O indivíduo conduzia uma motocicleta modelo Fan, e na companhia de um comparsa, que conseguiu fugir, acertou vários tiros na viatura que fazia o acompanhamento.

Conforme as informações colhidas pelo site Alerta Rondônia, uma guarnição da Polícia Militar estava em patrulhamento pela Rua Anchieta com Vila Mariana, no Bairro Mariana, quando deparou-se com dois indivíduos numa motocicleta modelo Fan de cor cinza e placa: NBN- 8627.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Ao perceberem a presença da viatura, os suspeitos iniciaram fuga, percorrendo várias ruas em alta velocidade. Durante a perseguição, o indivíduo que estava na garupa sacou uma arma de fogo e começou a efetuar vários disparos na direção dos policiais, vindo a atingir pelo menos quatro tiros na viatura. Os policiais revidaram a injusta agressão e também efetuaram disparos na direção da dupla.

Foi observado que o carona ao mesmo tempo que realizava os disparos jogava algo em terrenos baldios por onde passava. Já na Rua Leide Daiane, Bairro Marcos Freire, o condutor da moto reduziu a velocidade e o garupa, que estava armado, fugiu pulando muros e cercas de residências.

Em seguida, Thiago continuou a fuga, vindo somente a ser alcançado e preso após colidir em uma cerca no Bairro Airton Senna. O indivíduon sofreu várias escoriações pelo corpo devido ao acidente.

Ele não portava nenhuma documentação pessoal e nem da motocicleta. Ao ser feita pesquisa na placa do veículo verificou-se que não constava registro de roubo ou furto. Os policiais fizeram buscas pelo trajeto percorrido pela dupla, com o intuito de localizar o segundo delinquente, bem como o que ele havia jogado durante a fuga, mas sem êxito.

Diante dos fatos, Thiago foi apresentado na Central de Flagrantes e autuado no crime de tentativa de homicídio.

 

 

Fonte: Alerta Rondonia