Ex-presidiário passa pelo tribunal do crime e é morto com 11 tiros no Orgulho do Madeira

Vídeos gravados por uma facção mostram a vítima sendo julgada pelo tribunal do crime, depois, com as mãos amarradas nas costas, sendo executada com vários tiros pelos criminosos.

O ex-presidiário Rafael Soares dos Reis, 22 anos, foi brutalmente assassinado na noite desta quinta-feira (11), nos fundos do Residencial Orgulho do Madeira, bairro Socialista, zona leste de Porto Velho.

Vídeos gravados por uma facção mostram a vítima sendo julgada pelo tribunal do crime, depois, com as mãos amarradas nas costas, sendo executada com vários tiros pelos criminosos.

Durante os trabalhos da perícia, foram constatados 11 tiros nas costas da vítima, e encontradas quatro cápsulas de pistola calibre .380. Agentes da Delegacia de Homicídios estiveram no local e deram início às investigações.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE