Justiça decreta nova prisão de agente penitenciário envolvido com roubo de carros e de comparsa

A Polícia Civil de Rondônia, através da Delegacia Especializada em Repressão à Furtos e Roubos de Veículos, concluiu as investigações de um roubo praticado com violência e graves ameaças com armas de fogo e praticado pelo agente penitenciário Madson Morais da Costa e o comparsa Túlio Vitor Frazão da Silva, em 25 de agosto do ano passado no Bairro Eletronorte, em Porto Velho.

Os delegados Alessandro Morey e Leonardo Magela conduziram os trabalhos de investigação e pediram a prisão dos acusados, o que foi deferido pela Justiça. No entanto, apenas a preventiva do agente penitenciário Madson Morais foi cumprida. Ele já estava preso por outros crimes no Presídio 470. O comparsa fugiu.

Os policiais chegaram até os criminosos depois de intensas investigações. Túlio confessou o crime. Já a identificação de Madson, um criminoso contumaz no roubo de veículos, foi possível porque ele utilizou o carro da mãe no crime.

Nessa acusação, a dupla roubou uma camionete Hilux e outros pertences de um empresário, na Avenida Campos Sales, utilizando uma arma e fazendo graves ameaças. A Polícia já os investiga há tempos e acredita que fazem parte de uma perigosa quadrilha que leva veículos para a Bolívia.

Túlio Vitor Frazão da Silva conseguiu fugir ao cerco policial nesta quarta-feira e por isso a Polícia divulga fotografia para que qualquer autoridade policial possa prendê-lo, ou eventual reconhecimento da prática de outros crimes.