PF cumpre mandados em operação contra lavagem de dinheiro em RO, MA e DF

Ao todo, 10 mandados de busca e apreensão foram cumpridos. Investigações revelaram que a maior parte do grupo criminoso integrava o mesmo núcleo familiar.

Polícia Federal deflagrou a Operação Criptônimo

Um grupo criminoso especializado em lavagem de dinheiro foi alvo de uma operação da Polícia Federal (PF), nesta quarta-feira (31). Ao todo, 10 mandados de busca e apreensão foram cumpridos em Porto Velho, Guajará-Mirim (RO), Brasília e São Luís.

Os mandados foram expedidos pela 3ª Vara Federal da Seção Judiciária de Rondônia, vara criminal especializada em crimes financeiros, lavagem de capitais e organizações criminosas.

De acordo com a PF, as investigações tiveram início em janeiro de 2023, depois que diversas movimentações financeiras suspeitas foram constatadas. Segundo a Polícia Federal, alguns dos investigados já foram até condenados por crimes de tráfico de drogas.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Além disso, a PF verificou que a maior parte do grupo criminoso integrava o mesmo núcleo familiar e, por meio de empresas de fachada de propriedade da própria família, realizava diversas movimentações bancárias.

A Polícia constatou que mais de R$ 40 milhões foram transferidos pelos investigados, com suspeita dos valores terem sido recebidos em razão do tráfico de drogas.

Segundo a Polícia Federal, os investigados poderão responder pelos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico e lavagem de dinheiro, dentre outros crimes que vierem a ser descobertos, cujas penas, somadas, podem chegar a 35 anos de prisão.