PF mira grupo que utilizava portos clandestinos para contrabandear combustível da Bolívia para o Brasil

Organização começou a ser investigada em 2021, depois que um suspeito foi preso em flagrante contrabandeando 500 litros de combustíveis.

A Polícia Federal realizou uma operação nesta terça-feira (27) contra suspeitos de integrar um grupo criminoso que contrabandeou combustíveis da Bolívia para o Brasil. Segundo a PF, o grupo utilizava portos clandestinos para a importação ilícita.

A organização começou a ser investigada em 2021, depois que um suspeito foi preso em flagrante contrabandeando 500 litros de combustíveis da Bolívia para Rondônia.

Durante Operação Carga Explosiva, três mandados de busca e apreensão foram cumpridos em Guajará-Mirim (RO) e Nova Mamoré (RO). Os envolvidos são suspeitos de crimes como contrabando e organização criminosa

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

A PF apreendeu, em posse dos suspeitos, seis armas de fogo e munições, uma delas de uso restrito. Alguns dos armamentos não tinham registros e outros estavam em situação irregular.