PF prende rapaz que usava técnicas para ‘envelhecer’ notas falsas antes de distribuir ao comércio em RO

Suspeito foi preso em casa, na capital Porto Velho, e dentro do imóvel foram encontrados várias canetas que são usadas na detecção de notas verdadeiras e falsas.

Um rapaz de 21 anos foi preso suspeito de distribuir notas falsas no comércio de Porto Velho. O flagrante foi feito pela Polícia Federal (PF) na tarde de quarta-feira (25). Segundo a polícia, o suspeito usava técnicas de ‘envelhecimento’ para assim dificultar a identificação das notas.

A PF diz que o crime de moeda falsa foi descoberto pela coordenação de segurança dos Correios, que identificou o rapaz recebendo uma encomenda com cerca de R$ 1 mil em cédulas falsas.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
Banner ALE Poder 3 - 970

Os policiais federais, após serem comunicados do crime, foram até a casa do suspeito para cumprirem mandado de busca. No imóvel foram localizados mais dois envelopes com notas falsas, sendo R$ 1 mil em cada envelope.

Na residência também foram encontrados diversas canetas usadas na detecção de notas verdadeiras e falsas, além de lanterna de luz ultravioleta e máquina detectora de cédula falsa.

De acordo com a PF, o jovem “realizava técnicas de envelhecimento das cédulas e valia-se de outros métodos para dificultar a identificação da falsidade”.

Antes de colocar o dinheiro falso em circulação, o suspeito submetia as notas em testes de eficácia.

O suspeito foi preso em flagrante e então encaminhado ao presídio estadual em Porto Velho. Ele vai responder judicialmente por crime de moeda falsa.