Polícia prende 143 agressores de mulheres durante operação em Rondônia

Operação começou em 7 de fevereiro e é coordenada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública.

Mais de 140 agressores de mulheres foram presos em Rondônia, através da Operação Resguardo. O balanço da operação foi divulgado nesta terça-feira (8) – Dia Internacional da Mulher.

A operação começou em 7 de fevereiro e é coordenada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), por meio da Secretaria de Operações Integradas (Seopi).

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
Banner ALE Sobrevivente - 970

Segundo a Polícia Civil, nesse período foram cumpridos as seguintes ações em Rondônia:

  • 340 medidas protetivas
  • 143 suspeitos presos
  • 1.143 atendimentos de mulheres vítimas de violência

 

O balanço é parcial e faz parte da Operação Resguardo. O objetivo, segundo a pasta, era “de apurar denúncias, instaurar inquéritos policiais e cumprir mandados de prisão para a proteção da mulher”.

Não foi divulgado em quais cidades de Rondônia foram feitas as prisões de agressores.

Segundo a Polícia Civil, ao menos 100 agentes participaram da operação para cumprirem os mandados judiciais.