Prefeitura de Porto Velho apresenta trabalhos realizados pela SMTI em 2023

Mais de 7 mil chamados de todos os órgãos da estrutura municipal foram atendidos durante o ano

Grande responsável pela celeridade dos serviços ofertados aos munícipes pela Prefeitura de Porto Velho, gerando economia de tempo e recursos para os contribuintes, a Superintendência Municipal de Tecnologia da Informação e Pesquisa (SMTI) é quem gerencia todos os projetos de TI e também elabora projetos de expansão de rede e aquisição de equipamentos, entre outras atribuições.

“Nosso objetivo é proporcionar mais transparência, celeridade, segurança e qualidade ao serviço público municipal, auxiliando as unidades que compõem a estrutura da Prefeitura de Porto Velho”, afirmou o superintendente Saulo Nascimento.

Subordinada diretamente à Secretaria Geral de Governo (SGG), a SMTI mais uma vez teve importante atuação no contexto da gestão pública municipal e alcançou relevantes conquistas em 2023, a exemplo de anos anteriores.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

COMPARATIVO

Em 2022, a SMTI atendeu 12.307 chamados em todas as secretarias e demais órgãos da Prefeitura de Porto Velho. Também foram executados 24 projetos, desenvolvidos oito novos sistemas e realizadas manutenções constantes em 67 sistemas. No ano de 2023, foram cerca de 7.600 chamados de todos os órgãos municipais, foram atendidos e realizadas manutenções constantes em 74 sistemas, além de diversas outras ações.

“O termômetro é esse: trabalhamos com muita dedicação para reduzir cada vez mais a quantidade de chamados, na medida em que proporcionamos mais segurança e melhorias em toda estrutura de TI que atende a gestão municipal”, destacou o superintendente da SMTI.

O superintendete, Saulo Nascimento, afirma que o objetivo é proporcionar mais transparência

Já em 2021, os chamados atendidos somaram 10.682, fora as manutenções em mais de 100 servidores virtuais de internet e dez servidores físicos.

QUALIDADE DE GOVERNANÇA

No âmbito da organização interna, o Departamento de Qualidade e Governança de TI (DQG) e a Divisão de Análises de Processo (DIAP) trabalharam intensamente na gestão de documentos, realizando a coleta, classificação e tratamento de toda documentação relacionada às atividades da SMTI como um todo.

“A qualidade do trabalho dessas equipes pode ter um impacto significativo na operação diária de uma instituição”, ressaltou Saulo Nascimento, que destacou a dedicação das equipes. No total, foram coletados e classificados 870 documentos de todos os departamentos da SMTI.

SUPORTE TÉCNICO

Como o próprio nome já diz, por meio do Departamento de Suporte Técnico e Atendimento (DSTA), foram realizados acompanhamentos aos demais setores da gestão municipal, garantindo o funcionamento de todo aparato tecnológico em benefício do serviço público e, mais ainda, da população.

Entre os trabalhos realizados estão: treinamento e capacitação da equipe de TI para atuar no projeto Tenda Família Cidadã (Semasf), além de participação e contribuição para com o projeto; estudo técnico para aquisição de materiais, equipamentos, peças de reposição e periféricos de informática, atender demandas de aprimoramento técnico nas escolas municipais, Semur, Semusa (unidades de saúde), Semdestur e Ipam, entre outros.

No total foram 64 despachos de processos de análises técnica de especificações de equipamentos e sistemas, 90 equipamentos substituídos junto aos fornecedores (estavam na garantia), 372 padronização de equipamentos novos e manutenções.

De janeiro a outubro de 2023, foram realizados 7.301 chamados para atendimento técnico, desse total, 4.018 foram para o DSTA.

GESTÃO DE REDES

O Departamento de Gestão de Redes (DGR) é o responsável pela infraestrutura tecnológica da Prefeitura. É ele quem define o tipo de tecnologia utilizada pela gestão municipal e sua manutenção. Ele gerencia toda infraestrutura de rede e de dados utilizados por toda administração do município.

No total, foram coletados e classificados 870 documentos de todos os departamentos da SMTI

Entre as principais atribuições de 2023, o DGR elaborou projetos para aquisição de servidor para atender a Secretaria Municipal de Educação (Semed), equipamento este que já está em operação; projeto já concluído para aumentar a capacidade de transmissão de 1 gigabyte (GB) para 10 GB; conclusão do projeto que disponibiliza acesso a todos os sistemas de saúde, de educação e arrecadação, além de implementar serviços de segurança de rede e hospedagem, entre outros.

Estão em andamento projetos que atendem a Semed, Semesc, PGM, Semad, Semur, Sempog e Semfaz (já licitados), para armazenamento de imagens de drone, georreferenciamento e digitalização de processos; projeto de cabeamento estruturado de todos os órgãos da Prefeitura; aquisição de servidor de hiperconvergência para garantir melhor desempenho, mais estabilidade e celeridade na troca de informações entre os órgãos municipais.

“Atualmente possuímos uma infraestrutura (cluster) com 12 nós de Nutanix, onde são hospedados todos os serviços da Prefeitura e do Ipam, e temos previsão da adição de mais um que é o Nó para atender o Departamento de Geo da Sempog. Então, nosso cluster terá 13 nós”, completou, acrescentando que o Nó é um dispositivo com opções de configurações para todos os casos de uso de uma infraestrutura hiperconvergente e que simplificam as operações de TI do início ao fim.

DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS

Incumbido de analisar, desenvolver e implantar soluções de TI para atender necessidades específicas da Prefeitura de Porto Velho, o Departamento de Desenvolvimento de Sistemas (DESIS) da SMTI também teve muito trabalho em 2023.

“As responsabilidades transcenderam a SMTI, sendo coordenadas conforme as orientações do diretor do departamento e do superintendente, visando fortalecer as iniciativas da própria SMTI, melhorar a eficiência dos processos e sistemas, além de assegurar conformidade e transparência perante os órgãos de controle”, comentou Saulo Nascimento.

Além de reuniões nas secretarias para alinhamento das demandas e soluções de TI a serem implementadas, o DESIS, por exemplo, fez todo acompanhamento do módulo RH e pessoal do sistema e-Cidade da Semad para agilizar a análise e fechamento da folha de pagamento, novas funcionalidades do projeto e-Ponto (ponto eletrônico), melhorias no Portal da Transparência, dentro dos critérios de avaliação de Transparência Internacional, na gestão de controle dos processos, geração de arquivos de dados e planilha do piso nacional da enfermagem, entre outras ações.

MELHORIAS NO SISTEMA

Quanto à manutenção e implementações de melhorias nos sistemas, a SMTI já está desenvolvendo soluções para aprimorar eficiência, segurança e usabilidade do Sistema de Petição Pública, implantação do sistema BKO na Superintendência de Gastos Públicos (SGP), o que garante a integração adequada dos processos.

Foi implantado o sistema e-Cidade nos três Centros de Artes e Cultura (antigas escolas de música), para gestão de matrículas, transferências, aulas e cadastros de alunos e instrutores, entre outras ações; suporte e melhorias no Sistema e-PMPV e TCDF, que otimizam o desempenho e reduz inconsistências.

A equipe também atuou na criação do sistema que gerencia alunos em aulas do projeto Viva Bem, da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer (Semes); no e-Saúde, o sistema de pronto atendimento para as UPAS e Prontos Socorros, já implantado na UPA Leste e em fase de produção nas demais unidades.

Destaque ainda para o sistema que gerencia os dados e a própria Carteira Municipal de Identificação do Autista (CMIA); o SIAPet-Online, que é o sistema de controle de zoonoses, em fase de desenvolvimento; sistema que gerencia óbitos e sepultamentos nos cemitérios públicos (Central de óbitos); Sine On-line; controle e retenção de impostos e sistema de módulo de licenciamento para a Vigilância Sanitária Municipal (em produção).

Saulo Nascimento também mencionou o sistema da Faculdade da Prefeitura, licenciamento da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Sema), vistoria fundiária, Farmapub (para consultar e localizar medicamentos), portais das secretarias, gerenciamento das UPAS, controle de ponto dos servidores, notificação de resultado de exames e o vacinômetro, além das ações do Departamento Administrativo (DA), dentre outros.