Rede de atenção básica do município recebeu o reforço de 45 novos médicos em 2023

Profissionais foram direcionados para atuar nas equipes de saúde nas zonas urbana e rural

A Secretaria Municipal de Saúde de Porto Velho (Semusa) fechou o ano de 2023 com 45 novos médicos contratados para atuar na rede de Atenção Primária de Saúde (APS), ou seja, para atender a população que procura as unidades básicas e de saúde da família nas zonas urbana e rural.

A necessidade do reforço no atendimento foi apresentada pela Semusa ao Ministério da Saúde (MS), que disponibilizou as vagas solicitadas através do Programa Mais Médicos, preenchidas no decorrer de todo o ano.

Com a chegada dos novos profissionais, a Semusa garantiu a composição de 105 equipes de atendimento, sendo 91 delas atuando na estratégia de saúde da família, que representa o maior número de unidades em Porto Velho, chegando a uma cobertura populacional de 64%.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Para a zona rural e distritos foram direcionados 20 médicos, suprindo as necessidades desde a Ponta do Abunã até o baixo Madeira, incluindo Calama, São Carlos e Nazaré, que receberam novos profissionais no início de dezembro.

“Ficamos muito felizes, pois teremos condição de ampliar o atendimento à população, proporcionando melhorias na qualidade de saúde dos ribeirinhos, fortalecendo também a nossa equipe na atenção primária. É uma conquista e um passo importante para garantir o acesso da população à saúde”, comemorou a gerente da unidade de saúde do distrito de Nazaré, Maria Angela Braga.

Entre os novos médicos que começaram a trabalhar em Porto Velho está Lenara Mello. Natural do Piauí, a profissional, que fez sua graduação pela Universidade Federal de Rondônia (Unir), abraçou a oportunidade como forma de retribuição pelo conhecimento adquirido durante a formação.

“Durante nosso estágio nas unidades da rede municipal, sempre fomos muito bem recebidos pelos servidores e agora estamos voltando, formados e com muita vontade de atender a população da melhor forma possível”, salienta a médica.

Para a secretária-adjunta municipal de saúde, Marilene Penati, que também é médica, a chegada desses profissionais representa o fortalecimento da atenção básica no município.

“Nós precisamos trabalhar com prevenção de doenças e a atenção básica é imprescindível e fundamental para que a gente evite inúmeros agravos na saúde da população. Não tenho a menor dúvida de que a chegada desses novos médicos vai fortalecer muito e melhorar a qualidade da saúde da população de Porto Velho”, finaliza a secretária.