Semusa padronizará atendimento à população em cinco unidades

A meta é que até 2020 a padronização seja implantada em todas as unidades de saúde de Porto Velho

As unidades de saúde de Porto Velho, Ronaldo Aragão, no bairro Nacional; Renato Medeiros, no Cidade do Lobo; Areal, no bairro Areal da Floresta; Osvaldo Piana, no Areal Centro e José Adelino, no Ulisses Guimarães, estão passando por adequações estruturais para servir de modelo na padronização que está sendo feita na rede municipal de saúde da Capital.

Essa estratégia integra a organização da Atenção Ambulatorial Especializada em Rede com a Atenção Primária à Saúde que está sendo implantada em Porto Velho depois que o prefeito Hildon Chaves assinou um termo de compromisso pelo qual o município fez adesão ao Planifica SUS.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

O Planifica SUS, que se constituiu numa padronização da rede de saúde básica, resultou de uma proposta do Conselho Nacional de Secretários de Saúde – Conass, com apoio do Ministério da Saúde e consultoria da Sociedade Beneficente Israelita Brasileira Hospital Albert Ainstein. Em Rondônia, a coordenação é da Secretaria de Estado da Saúde.

De acordo com a secretária municipal de Saúde de Porto Velho, Eliana Pasini, a organização da Atenção Ambulatorial Especializada em rede com a Atenção Primária à Saúde está sendo realizada por meio de oficinas, encontros tutoriais, visitas in loco, discussão de casos, entre outras atividades.

“A nossa meta é que até 2020 essa padronização seja implantada em todas as unidades de saúde de Porto Velho”, informou ela.