Quem é a médica que morreu afogada junto com o filho, o irmão e mais duas pessoas da família após carro cair em rio, em RO

Veículo transportava seis pessoas da mesma família e saiu da estrada a caminho de uma pescaria. Sônia Valadares, de SC, completou 44 anos em novembro e tinha filho de 22 anos.

A médica Sônia Valadares dos Santos é uma das cinco vítimas do acidente ocorrido na zona rural de Pimenteiras do Oeste (RO), na véspera de Natal. Sônia, o filho, um irmão e outras duas pessoas da família morreram afogadas quando o veículo em que estavam saiu da estrada e caiu dentro de um rio com quatro metros de profundidade, ao sul de Rondônia.

De acordo com os bombeiros, o veículo da família, um Mitsubishi Pajero, transportava seis ocupantes e ficou submerso por mais de 20 minutos no rio Santa Cruz ; apenas uma pessoa sobreviveu ao acidente.

Nascida em 1979, Sônia Valadares completou 44 anos no último dia 3 de novembro. Ela era formada em medicina e atualmente era servidora pública da Secretaria Municipal de Saúde de Ascurra (SC), lotada na na Unidade Básica de Saúde (UBS) Dr Armando Zonta, no centro de Ascurra.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Sônia Valadares tinha um filho, João Carlos, que também morreu dentro do Pajero que afundou no rio em Pimenteiras do Oeste. João tinha 22 anos e era estudante de odontologia.

Carro com família caiu em rio e cinco pessoas morreram — Foto: Reprodução
Carro com família caiu em rio e cinco pessoas morreram — Foto: Reprodução

O irmão de Sônia, identificado como Marcos Valadares, tinha 46 anos. As outras duas vítimas do acidente são uma mulher de 46 anos e uma criança, de 6.

A caminho da pescaria

O local do acidente fica numa área rural de Pimenteiras do Oeste, a cerca de 800 quilômetros de Porto Velho.

No domingo (24) eles estavam a caminho de uma pescaria, quando o carro saiu da estrada e caiu no rio Santa Cruz. Após o Pajero cair na água, o veículo afundou rapidamente.

Outros parentes de Sônia que viajavam à frente, num segundo carro, estacionaram e correram para prestar socorro. Eles conseguiram retirar apenas uma mulher e levar até a margem.

A maior parte da família morta no acidente era de Tangará da Serra (MT) e estava passando férias no sul de Rondônia.

Médica Sônia Valadares era servidora da prefeitura de  Ascurra (SC) — Foto: Reprodução
Médica Sônia Valadares era servidora da prefeitura de Ascurra (SC) — Foto: Reprodução